Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Tucuruí

Eletrobras Eletronorte já doou mais de 43 mil mudas para reflorestamento na região

Plantas doadas para a comunidade estão ajudando a reflorestar a área de influência da Usina de Tucuruí

Com a finalidade de coletar e preservar o potencial genético de espécies da flora de interesse econômico e científico na área de influência da UHE Tucuruí. A Eletrobras Eletronorte mantém um Banco de Germoplasma, que completou 33 anos de implantação em 2017.

Criado por meio de um projeto conjunto da Eletrobras Eletronorte e do instituto de Pesquisas da Amazônia (INPA), o Banco é mantido em Tucuruí pela Divisão de Ações Ambientais da Geração com o propósito de preservar espécies e aumentar a conscientização ambiental das comunidades de sete municípios à jusante da barragem.

Conforme explica Adriana Higino Almeida, gerente da divisão, para manter preservada a flora na região, a Eletrobras Eletronorte mantém como coração do programa, um viveiro onde as sementes das árvores preservadas na Ilha de Germoplasma são colhidas e manuseadas a fim de garantir a alta qualidade e a perenidade das diversas espécies florestais e arbóreas da região.

Fruto das ações ambientais sob responsabilidade da Superintendência de Gestão de Ativos de Produção da Geração (OGG), o viveiro de mudas foi ampliado e revitalizado ano passado tendo sua capacidade de produção aumentada de 2 mil para 6 mil mudas ao mês.

São 2800 metros quadrados de área e a capacidade atual de armazenamento é de 120 mil mudas. O viveiro está localizado na Unidade de Propagação e Conservação de Plantas da Eletrobras Eletronorte (UPCP). Lá, as sementes são beneficiadas e doadas para a comunidade in natura ou já na forma de mudas, para reabilitar o ecossistema da região.

Reflorestamento na região

Espécies nativas como açaí, paricá, ingá, ipê-rosa, cupuaçu, copaíba, cedro-vermelho, mogno, dentre outras, são produzidas periodicamente na unidade. As plantas são doadas a produtores, entidades e associações da região e estão ajudando a reflorestar a área de influência da UHE Tucuruí, além de atender a força de trabalho por meio de solicitações individuais e também durante os eventos do calendário dos Programas Ambientais.

Jhuly Themys, bióloga e técnica de produção na UPCP, explica que este ano, o Programa já produziu 61.627 mudas de espécies florestais e frutíferas, sendo que 43.658 mudas já foram doadas. “Levando em consideração que as doações se intensificam no período de chuva, que é característico da nossa região, a tendência é que estes números aumentem significativamente nos próximos três meses”, observa a bióloga.

O Programa tem como meta anual, coletar 1 milhão de sementes, mas ainda no mês de outubro, os técnicos da Empresa ultrapassaram a meta com um total de 2.135.372 sementes coletadas. “Recebemos semanalmente solicitações de prefeituras, escolas localizadas na zona rural, de colegas de trabalho e de pequenos produtores. O viveiro tem atendido plenamente a demanda e é uma resposta às condicionantes da licença de operação da Usina de Tucuruí. Ver a distribuição de mudas durante os eventos internos e externos promovidos pelos programas ambientais traz o sentimento de que temos contribuído efetivamente para a preservação das espécies e para a sensibilização sobre a importância de reflorestar, especialmente quando atendemos crianças e pequenos produtores”, avalia a gerente Adriana Higino Almeida.

Fotos Miller Caldas

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!