Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Política

Em coletiva, prefeito Alexandre Pereira fala sobre desafios e prioridades de sua gestão em Canaã dos Carajás

Atual gestor de Canaã dos Carajás, Alexandre falou sobre cautela nas decisões governamentais e se mostrou aberto ao diálogo
Continua depois da publicidade

Alexandre Pereira (PT) assumiu nesta quarta-feira (28) a árdua missão de substituir Jeová Andrade (PMDB) em um momento de crise política no município. Jeová foi afastado do cargo máximo do executivo municipal por decisão judicial, após denúncia do Ministério Público por improbidade administrativa. Segundo a decisão expedida, o peemedebista ficará afastado por até 180 dias do cargo. Por conta disso, Alexandre, vice-prefeito eleito, é o responsável pela gestão municipal de Canaã dos Carajás.

Na tarde desta quarta, o prefeito convocou toda a imprensa local para uma coletiva. Na ocasião, Alexandre falou sobre o baque da notícia e se mostrou pronto para assumir a administração da Terra Prometida. O novo gestor comentou o afastamento do amigo pessoal Jeová e disse ter recebido carta branca para fazer as mudanças que achar necessário na gestão. A coletiva durou pouco mais de 20 minutos e um resumo das metas administrativas foi passado para a imprensa.

Questionado sobre a questão da greve geral dos servidores, Alexandre foi enfático: “Estamos tranquilos, pois existe a liminar que ordena a volta deles ao trabalho. Mas queria dizer que estou aberto ao diálogo. Por ter vindo desse movimento, acredito que sou até mais aberto à conversa. Queria que os servidores compreendessem que agora é um novo momento e que eles façam uma trégua independente de qualquer decisão judicial. Espero que as categorias repensem e voltem aos trabalhos imediatamente.”

Junto a Jeová Andrade, alguns secretários de governo também são réus do processo. De acordo com Alexandre, os gestores não serão afastados neste primeiro momento: “É preciso cautela e prefiro não me precipitar. Me sinto tranquilo e confio na minha equipe. Temos sempre que partir pela legalidade, respeito muito os secretários e sei que tenho que dar essa resposta à sociedade. Vamos analisar os fatos, fazer gestão e esquecer ideologias e partidos políticos.”

Veja também:  Juiz Lauro Fontes Júnior assumirá a Vara da Fazenda Pública e Execuções Fiscais

Ao prefeito, também foi perguntado sobre como recebeu a notícia do afastamento de seu colega de chapa: “Eu sofri mais que ele e fiquei mais derrubado que ele. Recebi o telefonema pela manhã com ele pedindo que eu viesse urgentemente à Prefeitura. Vim e fui informado do fato. No entanto, ele me disse que fica tranquilo, pois sabe que a gestão está em boas mãos. É claro que ele vai recorrer da decisão e vamos ver o que acontece.” Sobre a defesa de Jeová, Alexandre falou: “Estou com cautela. Se eu for me preocupar com isso, não faço gestão.”

O prefeito também explicou as prioridades do seu governo: “Quero assumir o município e fazer uma gestão tranquila. Boa vontade em mim não falta. Quero afastar de Canaã o olho da justiça e entregar o cargo ‘redondinho’ para quando ele voltar. Pretendo fazer com que haja harmonia na política, gestão e na justiça. E quero manter as prioridades dele na educação, geração de emprego e renda e melhorar a saúde do município.”

Deixe uma resposta