Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Justiça

Em Parauapebas, delegado é baleado em serviço (atualizado)

O delegado Gabriel Henrique Alves Costa (foto), diretor da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas foi alvejado por um tiro de arma de fogo no início da noite desta segunda-feira (26) quando de uma diligência para cumprimento de um mandado de prisão.

O delegado foi atingido no ombro. Socorrido por colegas que o acompanhavam na missão, ele foi encaminhado ao Hospital Geral de Parauapebas onde foi constatado que a bala está alojada em seu ombro, mas não há risco de morte. O delegado fará exames de imagem para verificar as condições para que a bala seja removida.

O mandado de prisão cujo o delegado e sua equipe estava cumprindo é contra o nacional Artur de Souza Silva, acusado de tentar matar o empresário Eduardo Patez de Souza, da Tucunaré Caça e Pesca, ocorrido no início do ano.

Três delegados já estão na região apurando o fato, são eles o superintendente Marcelo Delgado, a delegada Raissa Beleboni e Márcio.

O delegado Gabriel é diretor da Seccional desde fevereiro de 2016.

A pedido do Blog, a Assessoria de Comunicação da Secretaria de Segurança Pública encaminhou a seguinte nota:

Informamos que o delegado Gabriel Henrique Costa, titular da Seccional Urbana de Parauapebas, recebeu os devidos cuidados médicos e está fora de perigo. Ele teve uma bala alojada no ombro direito, cujo projétil se alojou no músculo. Assim, ele passou uma intervenção cirúrgica para extração do projétil, ficando com um curativo no local, sem sequelas físicas, e já está de volta ao serviço. 

O tiro atingiu o delegado na parte do corpo não coberta pelo colete balístico, durante uma diligência policial, na região da Palmares II, onde a equipe da Seccional buscava prender um foragido da Justiça que estaria escondido na área. O delegado foi atingido logo após troca de tiros, tão logo os policiais civis localizaram o procurado em uma barraca. O foragido fugiu.
Policiais civis de Marabá, sob comando do delegado Marcelo Dias, deslocaram-se de imediato para Parauapebas, visando dar continuidade às buscas para prender o foragido.

Deixe uma resposta