Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Empresário é morto a tiros em plena luz do dia em Marabá

Delegada afirma que as circunstâncias do crime fogem do padrão
Continua depois da publicidade

Por volta das 8h30 da manhã de hoje (21), o empresário Demétrius Ribeiro, que atuava no ramo da siderurgia, e também já foi empresário da comunicação, foi assassinado a tiros.

O homicídio ocorreu na marginal da Rodovia Transamazônica, na Folha 33, Nova Marabá. Dois homens numa motocicleta emparelharam a moto com o automóvel da vítima, que estava parado no semáforo, e dispararam pelo menos seis vezes. A mulher de Demétrius, Ielma Silva, que estava sentada do lado do carona, não foi atingida.

No local do crime, a delegada Raíssa Beleboni, titular do Departamento de Homicídios em Marabá, disse que o horário em que o crime aconteceu e também o local (extremamente movimentado) fazem esse assassinato fugir ao padrão dos demais. As câmeras do sistema de segurança podem ajudar na identificação dos criminosos.

Demétrius Ribeiro é muito conhecido em Marabá e já foi, inclusive, Empresário do Ano. Ele se notabilizou por construir uma das maiores siderúrgicas do Distrito industrial de Marabá (DIM); também foi suplente de senador e chegou a escrever uma biografia intitulada “Do alto do Coco ao Senado”, traçando sua trajetória desde quando morava no sertão do Maranhão.

Veja também:  Vara Agrária exige que Vale prove que área cumpre função social em Canaã

Com a falência do Distrito Industrial, Demétrius migrou para a área de comunicação, sendo detentor dos direitos do SBT em Marabá e dono da Rádio Itacaiúnas, mas abandonou o ramo e passou a se dedicar à venda de ferragens. Ele também comprou o antigo Hospital Celina Gonçalves, mas depois o vendeu ao Estado, que o transformou em Hospital Regional Público do Sudeste.

Há informações de que Demétrius tinha muitas dívidas, mas a delegada Raíssa Beleboni diz que ainda é muito cedo para definir se a motivação do crime seria esta. Além disso, no mês que vem, vários bens da guseira de Demétrius (a Usimar) serão leiloados para pagamento de dívidas trabalhistas.

Deixe uma resposta