Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Esporte

Estudante de Parauapebas representará o Pará em competição nacional de xadrez

Os Jogos Escolares da Juventude são realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com organizações governamentais e empresas privadas.

Começa nesta terça-feira, 12, em Curitiba (PR), os Jogos Escolares da Juventude 2017, a maior competição escolar do Brasil, que revela talentos de 12 a 14 anos de idade, em 13 esportes. A cerimônia de abertura será no Ginásio do Círculo Militar da cidade, e as competições de 9 esportes individuais começam nesta quarta-feira, 13. Dois estudantes vão representar o Pará no torneio de xadrez. Camila de Assis Paiva de 13 anos, de Parauapebas e Saulo António Alves, de 14 anos, de Breu Branco que se classificaram durante os Jogos Estudantis Paraenses – JEPS realizados em junho deste ano, em Belém. Para conquistar as duas únicas vagas nas categorias, masculino e feminino, 23 municípios paraenses enviaram os estudantes para disputar o Super JEPs.

Camila é bicampeã paraense e pela segunda vez vai representar o Pará nos Jogos da Juventude. A “aluna atleta” treina no clube de xadrez de Parauapebas e através deste esporte conseguiu uma bolsa no Colégio Sophos, onde estuda o 9º ano. Camila é uma promessa, segundo o técnico da seleção paraense de xadrez, Rodrigo Ferreira Leal. “Todo ano é realizada uma competição classificatória através do Jeps, e Parauapebas já representou o Estado por 9 vezes, na fase nacional. E Camila mantém essa tradição. Pra chegar até aqui, ela enfrentou 50 competidoras na primeira fase, em Parauapebas, e mais 20 na disputa em Belém”, destacou o técnico, afirmando que o evento esportivo em Curitiba é uma oportunidade para uma outra competição. “Estamos nos preparando para disputar o mundial no ano que vem, fora do Brasil, e essa competição em Curitiba, embora não seja classificatória, é mais uma etapa preparatória para o mundial de xadrez, em 2018”, completou Rodrigo.

Nos Jogos da Juventude, Camila e Saulo vão encarar 54 alunos atletas. Os dois melhores da competição, nas categorias feminino e masculino, vão disputar o sul-americano de xadrez pela seleção brasileira. Embora seja um desafio difícil por causa da qualidade dos jogadores, Rodrigo acredita que Camila deva ficar entre as dez melhores jogadoras de xadrez do país. “Nos anos anteriores, nós não tínhamos patrocínio e ainda conseguimos, em 2014, ficar em terceiro lugar na competição. Esse ano viemos mais preparados porque tivemos o apoio de transporte, pela Prefeitura de Parauapebas e até o ônibus da delegação para participar tanto do Jips Municipal, do JEPS Regional, que foi em Marabá e do Super JEPS, em Belém”.

Os jogos escolares da Juventude já revelaram campeões olímpicos como Sarah Menezes, do judô; campeões mundiais, como a judoca Mayra Aguiar; atletas como Raul Togni Neto, o Raulzinho (hoje na NBA); Rosamaria Montibeller e Drussyla, da seleção feminina de vôlei; Ana Cláudia Lemos, Rosângela Santos, Geisa Arcanjo e Darlan Romani, do atletismo; Samira Rocha, do handebol; Emanuelle Lima, da GR; Hugo Calderano, do tênis de mesa, e até uma medalhista em Jogos Paralímpicos – Bruna Alexandre, também do tênis de mesa.

A partir desta quarta-feira, os atletas vão em busca de medalhas no atletismo, badminton, ciclismo, judô, ginástica rítmica, luta olímpica, natação, tênis de mesa e xadrez. No domingo, dia 17, terão início as modalidades coletivas: basquete, futsal, handebol e vôlei. As competições seguem até o dia 21 de setembro.

Os Jogos Escolares da Juventude são realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com organizações governamentais e empresas privadas.

Deixe uma resposta