Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Falta de acessibilidade no prédio da Secretaria de Saúde é questionada mais uma vez

Em vez de sugerir mudanças no Código de Postura, vereador Zacarias sugeriu a mudança da sede da Semsa.

“Às vezes, eu preciso vir aqui nessa secretaria para resolver problema da medicação do meu filho, que é atendido no Caps. Aí tenho que subir nessa escada. Eu não gosto, acho-a perigosa”. Essa dificuldade enfrentada pela senhora Ivanilde Ferreira de Almeida, que tem 75 anos de idade e não enxerga bem é por conta da falta de acessibilidade no prédio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em Parauapebas.

Assim como ela, vários outros pacientes idosos, ou com deficiência, também enfrentam a mesma dificuldade, já que o prédio em que funciona a referida secretaria conta com três andares e a única forma de acessá-los é por meio de uma escada bem íngreme.

“É um desafio ser atendido naquele prédio, tanto para as pessoas com deficiência, quanto para idosos,”, reforçou o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPDP), Edvaldo Lima, que tem deficiência visual e vai frequentemente à sede da Semsa.

“Hoje nós temos mais de três mil pessoas com deficiência em Parauapebas e a dificuldade com a acessibilidade é enfrentada em toda a cidade. Existe uma legislação federal para que as construções civis se adequem às nossas necessidades, mas não existe uma Lei municipal. Creio que o Código de Postura deveria sanar essa lacuna, mas ele é muito antigo”, acrescentou Edvaldo Lima, destacando que a acessibilidade é sempre pauta de reivindicações junto ao poder público por parte do Conselho.

Na última sessão da Câmara Municipal de Parauapebas, o vereador Zacarias Marques de Assunção apresentou a Indicação 22/2017, sugerindo ao Poder Executivo a mudança de localização das instalações da Semsa. “Sei das dificuldades para acessar os departamentos da secretaria de saúde por falta de acessibilidade. Já é difícil para quem não tem deficiência, imagina para que tem? Apresentei essa mesma proposição na legislatura anterior”, informou o vereador.

De acordo com informações levantadas pelo Blog, o contrato de locação do imóvel vence nos próximos meses e a gestão municipal deve deslocar a estrutura da Semsa para outro espaço, ainda não definido. Antes, a sede da Semsa funcionava em prédio próprio, localizado na Rua 9, entre as ruas C e D, no bairro Cidade-Nova, hoje ocupado pelo Departamento de Regulação, Controle e Avaliação e também o de Tratamento Fora de Domicílio (TFD).

A mudança da sede da Semsa para prédio locado foi realizada em 2015, na gestão do então secretário Sady Lucas, e foi alvo de críticas e questionamentos do Conselho Municipal de Saúde, principalmente no quesito acessibilidade.

Comentários ( 3 )

  1. Interessante nisso tudo e que,quando era a gestão do Valmir da integral ninguém reclamava,embora estejam certos quanto a acessibilidade que não tem,ja fu la e tive que subir essas escadas que um absurdo eu concordo,mas uma coisa e certa se fizeram de cego na gestao do Valmir e e foram curados milagrosamente da cegueira na gestao do Darci,bando de hipócritas.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!