Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Turismo

Família americana que estava desaparecida no Pará é encontrada com vida

De acordo com a secretaria de Segurança Pública do Pará (Segup), a família estava na Vila Curumu, em Breves, no Pará.

 A família de americanos que desaparecera em Breves, a 220 quilômetros de Belém, no Pará, após um ataque de piratas foi encontrada com vida na tarde desta quarta-feira, por volta das 17h30. De acordo com a secretaria de Segurança Pública do Pará (Segup), a família estava na Vila Curumu, no Pará.

Adam Harris Harteau, de 39 anos, e Emily Faith Harteau, de 37, e as duas filhas, de 3 e 7 anos, foram encontrados por ribeirinhos perto do rio Jacaré-Grande. Segundo José Augusto Pantoja Leão, morador da vila, a família estava em cima de um barranco, em uma prancha de surf. Os ribeirinhos socorreram os americanos e o trouxeram para a terra firme. A polícia foi acionada e está no local.

A família de americanos estava há cinco anos fazendo viagens pelo mundo a bordo de uma van. Adam Harris Heart, de 39 anos, a mulher, Emily Faith Hart, de 37, e as duas filhas do casal, com idades de 3 e 6 anos, desapareceram após a embarcação onde viajavam ser invadida por assaltantes, conhecidos como “piratas”.

Após o crime, a polícia fez buscas perto do local e conseguiu reaver alguns objetos. Entre eles, um notebook da família americana, usado para portar fotos da jornada pela América Latina nas redes sociais.

Segundo o site G1, ao retornar até a balsa para entregar o computador, a polícia não encontrou a família americana. No automóvel dos americanos, havia uma pequena quantidade de maconha.

— Não se sabe realmente por que eles saíram da embarcação. Se saíram motivados do susto em decorrência do fato, ou talvez com medo da atuação da polícia. Não se sabe se o medo era porque estavam com certa quantidade de droga, que foi apreendida em Macapá pela Polícia Federal. O fato é: após a polícia sair para fazer as diligências, eles saíram da embarcação — informou ao site G1 André Cunha, da Secretaria de Segurança Pública do Pará.

A aventura da família começou em outubro de 2012 com um plano de viajar durante um ano da Califórnia até a Terra do Fogo, no Chile. Após cinco meses percorrendo o continente de van, eles decidiram estender a aventura por tempo indeterminado e já passaram por mais de 14 países.

Sierra, a filha mais nova do casal, nasceu em junho de 2014 enquanto o casal estava em Florianópolis. Em uma entrevista para o jornal “Business Insider”, Emily contou que fez o pré-natal no Peru, Chile, Argentina e Brasil.

O casal criou um site para mostrar as viagens da família, além dos registros nas redes sociais. No Instagram, a última foto publicada é do dia 29 de setembro e mostra a van da família atolada durante uma viagem entre Salvador e Recife. A primeira foto publicada no Brasil é do dia 20 de maio e mostra Emily com as duas filhas na fronteira com a Bolívia.

Em setembro deste ano, a inglesa Emma Kelty foi atacada por sete pessoas que são chamadas de “barrigas d’água”, ou piratas do Amazonas. A esportista britânica, de 43 anos, desapareceu no Rio Solimões, na altura no município de Coari (363km de Manaus), no Amazonas (AM), após ser vítima de latrocínio — roubo seguido de morte. Emma viajava de caiaque, numa jornada que começou no Peru.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!