Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
exposição

Fotografia paraense premiada no Brasil é levada à exposição na Noruega

"Rio Caraparú" vai compor exposição na Embaixada do Brasil em Oslo, na Noruega. Essa é a terceira obra que o fotógrafo paraense Celso Lobo leva para a Europa.

A fotografia ‘Rio Caraparú’ de Celso Lobo já passou por Brasília, deu um pulo nos Alpes da Europa Central, e agora vai subir um pouco mais e ficar emexposição durante quatro dias em Oslo, na Noruega, na 4ª Semana Cultural Brasil-Noruega, de 4 a 8 de setembro.

O evento, que tem como tema “A arte é o espelho da pátria. O país que não preserva os seus valores culturais, jamais verá a imagem de sua própria alma”, será no Espaço Cultural da Embaixada do Brasil na capital da Noruega. Além do fotógrafo paraense, mais 35 artistas de 16 países vão participar da coletiva internacional em Oslo.
Essa é a terceira vez que Celso Lobo tem uma obra em exibição na Europa. “Ano passado, o ‘Alvorecer no Atalaia’ ficou três dias no Louvre. Depois, o ‘Rio Caraparú’, que vai para Noruega, ganhou medalha de prata no Brasília Photo Show 2016 e foi para o anuário, e em junho deste ano ela foi exibida em Liechtenstein, um principado localizado entre a Áustria e a Suíça”, conta o fotógrafo.

A fotografia foi produzida durante o círio da Vila de Caraparú, em Santa Izabel, cidade distante cerca de 40 km de Belém, capital do Pará. Lá, os fiéis acompanham a imagem de Nossa Senhora da Conceição em canoas que percorrem o Rio Caraparú. O efeito da luz é natural e ganhou uma visibilidade diferente por causa da fumaça. “No dia anterior tinha acontecido uma queimada por fazendeiros na margem esquerda do rio. Com o raiar do sol e a fumaça da queimada, nós tivemos essa cena, que foi feita às 5h30”, lembra o fotógrafo.

O Pará viajando pelo mundo

Depois de expor no museu mais movimentado do mundo – o Louvre -, Lobo chegou a ser procurado por curadores responsáveis por exposições nos quatro cantos do mundo. Em agosto, o fotógrafo teve duas obras escolhidas para a mostra coletiva Entre Cores, no Rio de Janeiro. Em setembro deste ano, ele vai expor em dois países: Noruega e Tajiquistão. Depois é a vez de Lisboa e, novamente, França.

Em todas exposições que participa, Celso Lobo coloca em evidência imagens do Pará que revelam o estilo de vida amazônico. “Na hora que vou criar a foto eu tento sair do ambiente e me visto com um olhar estrangeiro, já que tudo é muito comum para nós que moramos na Amazônia, mas não para quem vive fora daqui”, finaliza.

O trabalho de Celso Lobo pode ser acompanhado no site www.celsolobo.com e/ou nas redes sociais do artista:

instagram.com/celsolobo ; www.facebook.com/fotoscelsolobo ; www.flickr.com/celsolobo

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!