Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
futebol

FPF confirma a final da Segundinha entre Bragantino e Parauapebas para o estádio Diogão em Bragança

Os dois clubes entraram em acordo e a final está marcada para a próxima quinta-feira (30/11), às 15h30, no estádio Diogão
Por Fábio Relvas

A Federação Paraense de Futebol (FPF) confirmou a final da Segundinha do Parazão 2017, entre Bragantino e Parauapebas para a próxima quinta-feira (30/11), às 15h30, no estádio São Benedito, o Diogão, em Bragança. O Pedido foi feito pelo presidente do PFC João Luiz, popularmente conhecido como “Uai”, ao presidente do Bragantino Cláudio Wagner Soares Cruz, popularmente chamado de “Cláudio da Van”, que concordou com a ideia.

“Nós que fizemos essa solicitação ao Bragantino, até para baratear mais as despesas. Para a gente ficar aqui (em Belém) a semana toda e jogarmos no sábado sairia muito caro e a federação logicamente que não iria arcar com todas essas despesas. O presidente Uai conversou com o presidente do Bragantino Cláudio para que se possível fizéssemos o jogo na quarta, não houve essa possibilidade. Então o Bragantino pediu que fosse feito na quinta, o presidente prontamente se colocou a disposição”, afirmou Jairo Belém, diretor de futebol do PFC.

A princípio a FPF iria marcar o jogo para o próximo sábado (02/12), pela manhã, no estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém, ou ainda, pela parte da tarde também no sábado no estádio Leônidas Castro, a Curuzu, que pertence ao Paysandu Sport Club. Os clubes devem entrar em um acordo para dividir a renda do jogo no estádio Diogão, que tem capacidade para 11 mil torcedores.

Os dois times chegaram a final invictos. Na classificação geral da competição estadual, o Bragantino é o líder com 16 pontos e o Parauapebas o vice com 12 pontos. O Tubarão do Caeté tem cinco vitórias e um empate, marcou 14 gols, contando os três do W.O. diante do Pedreira e sofreu dois, com um saldo positivo de 12 bolas. Em relação ao Gigante de Aço, o time tem três vitórias e três empates, marcou nove gols e sofreu três, tendo um saldo positivo de seis tentos.

Além do lateral-esquerdo Jaquinha, dispensado semana passada pela não regularização devido ao imbróglio de sua rescisão com o Clube do Remo, mais dois jogadores deixaram o elenco do Gigante de Aço. O volante Francesco, que era o titular absoluto na era do técnico Everton Goiano e que perdeu seu espaço com o treinador Léo Goiano, e o atacante Tozin, que amargava o banco de reservas. Ambos foram liberados pelo clube. O PFC segue hospedado em um hotel da capital Belém aguardando a grande final.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!