Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Esporte

Futebol: FPF se reuniu com os clubes que participarão da Segundinha do Parazão

A Federação sugeriu a ideia de limitar apenas cinco jogadores por partida com idade superior a 23 anos
Continua depois da publicidade

Representantes de clubes se reuniram com a cúpula da Federação Paraense de Futebol (FPF), na tarde desta quinta-feira (07), na sede da maior instituição de futebol do estado do Pará, localizada na capital Belém, para tratar sobre a disputa da Segunda Divisão do Campeonato Paraense, a chamada Segundinha do Parazão.

O Clube Atlético Paraense (CAParaense) foi representado pelo advogado Raulino Miranda Araújo, que juntamente com outros representantes de equipes como Pinheirense, Carajás, Tuna Luso Brasileira, Sport Belém, Izabelense, São Francisco, União Paraense, entre outros, se reuniu com a FPF para a pauta da Segundinha, onde discutiram todas as questões envolvendo a competição.

“O Clube Atlético Paraense é um clube novo, de 2014, onde tem sede em Parauapebas. Nós estamos nos profissionalizando e queremos disputar a Segundinha esse ano para poder ter o acesso ao paraense da primeira divisão”, disse Raulino Miranda Aaraújo.

Os clubes puderam discutir assuntos envolvendo o regulamento e a fórmula de disputa, que é muita questionada entre os participantes nas últimas edições. A previsão do início da competição é de 23 de setembro, um pouco mais cedo em comparação ao ano passado e deve trazer times novos, como o próprio Clube Atlético Paraense da cidade de Parauapebas e União Paraense do município de Benevides.

“O formato praticamente deve continuar o mesmo com grupos de três equipes e no máximo quatro para que possamos fazer que os clubes façam jogos de ida e volta, seria um formato diferente. A renda ficaria para o mandante em um formato enxuto para as equipes terem menos despesas e que nós possamos ter uma logística compatível para aquilo que nós estamos procurando de patrocínio”, afirmou Paulo Romano, diretor de competições da FPF.

A FPF vai marcar uma nova reunião com a esquipes, prevista para o dia 10 de agosto, para definir a tabela de jogos, as chaves, as condições dos estádios onde as partidas serão realizadas e a questão dos deslocamentos das equipes para os jogos. Um prazo foi estabelecido para os times confirmarem a presença e se regularizar junto a FPF. A data máxima ficou para o dia 31 de julho. A ideia da federação é realizar uma competição com 12 equipes.

Paulo Romano sugeriu uma proposta bem diferente para os representantes dos clubes que participaram do encontro. A ideia do diretor de competições da FPF foi inovadora e praticamente todos os times presentes aceitaram

“No regulamento deve constar que cada equipe só poderá relacionar cinco jogadores por partida com idade superior a 23 anos. Foi uma proposta que lancei e que foi aceita com quase 100% de sim entre os clubes participantes”, finalizou Paulo Romano.

A ideia foi muito bem aceita pelo CAParaense, que tem um projeto grandioso, onde visa principalmente as categorias de base, sendo assim, com a proposta do diretor da FPF, a Segundinha do Parazão será disputado por jovens atletas dos clubes participantes, com poucos jogadores veteranos.

“O formato de 23 anos seria o que estávamos pensando, em formar um time bem jovem. Se encaixa em nossos planejamentos. Muito boa a sugestão da FPF”, analisou Rafael Lopes, presidente do CAParaense.

Deixe uma resposta