Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
polícia

Homem executado com tiro na jugular teria sido confundido com o irmão

Uma dupla de pistoleiros bateu na porta da casa de Wecsislei e o chamou pelo nome. Em seguida a vida lhe foi tirada.
Continua depois da publicidade

Wecsislei da Silva Cristino, 37 anos, foi executado com um tiro no pescoço, que lhe atingiu a artéria jugular, por volta das 20h40 de ontem, segunda-feira (8), na porta de casa, na Rua F-3, Quadra 116, Lote 17, Bairro Cidade Jardim. Os autores do crime, ainda não identificados, estavam em uma motocicleta. Cristino ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao ferimento e morreu às 21 horas.

Conforme a mulher dele, cujo nome não foi divulgado pela Polícia Civil, alguém bateu na porta da casa em que o casal morava, por volta das 20h30, chamando o marido dela pelo nome. O homem abriu a porta e ainda chegou a conversar por 10 minutos com os desconhecidos, em seguida ela ouviu um disparo e correu para ver o que havia ocorrido.

Encontrou o marido ferido e o socorreu, removendo-o até a UPA Cidade Jardim. Porém, apesar do esforço da equipe que o atendeu, Wecsislei Cristino morreu. A mulher suspeita que o marido tenha sido executado por engano, pois relatou à polícia que ouviu quando ele disse que os criminosos o estavam confundindo com o irmão, cujo nome também não revelado.

Deixe uma resposta