Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Hospital Geral de Parauapebas está em funcionamento e implantando todos os procedimentos constantes do contrato do GAMP com a prefeitura de Parauapebas.

Com menos de três meses de funcionamento o HGP já implantou a Maternidade que está funcionando normalmente. O Mutirão da Mamografia caminha para zerar a fila de mais de mil pacientes. UTI em operação e o serviço de Hemodiálise em fase final de montagem para entrar em operação no início de outubro, acabando com o sofrimento de dezenas de paciente que hoje tem que se deslocar para cidades vizinhas em cansativas viagens de ônibus para receber o tratamento. Tudo em conformidade com o previsto no contrato de gestão firmado entre o GAMP e a Secretaria de Saúde da prefeitura de Parauapebas.

Em resposta à nota publicada pelo Sindicato dos Médicos do Pará e para a reposição da verdade,o diretor técnico Dr Gilberto Alves Pontes Belo, informa à comunidade, que:

  • 1) Os médicos não foram demitidos porque nenhum deles tinha fechado contrato com o GAMP. Não aceitaram a condição de fazer plantões presenciais(quando o médico fica no hospital durante o seu horário de trabalho). Queriam ficar apenas de sobreaviso (ficariam em casa e só iriam ao hospital se fossem chamados);
  • 2) O paciente citado foi lesionado por arma de fogo , sendo prontamente atendido pela equipe de plantão, dois médicos-cirurgiões acompanharam a intercorrência. Dois cirurgiões ficam de plantão 24 horas por dia, nos 30 dias do mês;
  • 3) A UTI foi aberta antes do previsto devido a alta demanda de pacientes em estado crítico necessitando de tratamento intensivo. A equipe foi prontamente mobilizada e já se encontra com médicos 24 horas. Enquanto não se completava a equipe, o próprio diretor técnico do GAMP deu o suporte necessário para os pacientes;
  • 4) A UTI não tem problemas estruturais, mas há questões burocráticas a serem atendidas, como o protocolo de abertura, alvarás e certidões, porém a vida humana vale mais que tudo isso e a urgência de casos que possuem risco de óbito, suplanta a burocracia e foi dada prioridade à vida das pessoas.

Assessoria de Imprensa do GAMP

Comentários ( 12 )

  1. Pega essa Darci!
    Vai pra Bahia, plantar peroba!
    Mas, antes devolve os 10 milhões da merenda das crianças…

    O povo quer, o povo aprova, o povo comparou e decidiu é 55!
    FIIICA VALMIR!

    1. MENTIRA DESLAVADA UTI NÃO FUNCIONA E HEMODIALISE CONTINUA SENDO FEITA EM MARABÁ FORA MEDICAÇÕES E MATERIAIS QUE SETÃO FALTANDO CIRURGIAS SENDO SUSPENSA POR FALTA DE CIRURGIÃO E ANESTESICO PARA RAQUE ANESTESIA,VOCÊS QUEREM SABER MAIS DO QUE NÓS QUE TRABALHAMOS LÁ DENTRO, TUDO ENROLAÇÃO E ENGANAÇÃO.

  2. Resposta às contradições da Gamp
    PUBLICADO EM: 28 DE SETEMBRO DE 2016 · MAIS NOTÍCIAS
    A respeito de informações veiculadas no site pebinhadeacucar.com.br, com resposta da empresa Gamp à nota de repúdio publicada ontem pelo Sindicato dos Médicos do Pará, a diretoria colegiada do Sindmepa tem a declarar:

    Com relação à implantação da maternidade do Hospital Geral de Parauapebas, ela já existia antes da Gamp se instalar no município, portanto não procede a informação de que a maternidade foi instalada por essa empresa. Pelo contrário, com suas ingerências e atitudes desrespeitosas com os servidores municipais, acabou perdendo a maioria dos médicos obstetras e pediatras da maternidade, deixando vários plantões descobertos. Como agravante, passou a utilizar médico não obstetra para fazer os plantões e até cesáreas, colocando em risco a vida de mulheres e crianças.
    As acusações aos cirurgiões da Secretaria Municipal de Saúde são caluniosas, pois os médicos jamais se recusaram a fazer plantão presencial e ainda estavam dispostos a ficar em dupla, aumentando ainda mais a qualidade do serviço. A recusa foi unicamente em trabalhar da forma precarizada que estava sendo proposta pelo Gamp a todos os médicos. Os médicos em questão, inclusive, podem acionar a assessoria jurídica do Sindmepa para processar a empresa por calúnia e difamação;
    Sobre precarização de trabalho, ressalte-se que as vítimas não estão sendo somente os médicos. Enfermeiros e técnicos de enfermagem também estão trabalhando sem contratos e sem pagamento a título de “estágio voluntário”. A justificativa descabida da empresa é de que se passarem no período de experiência serão contratados;
    Sobre a UTI da maternidade, não se pode abrir um setor de pacientes críticos sem ter médico intensivista responsável e nem equipe treinada. O médico que apresentaram como responsável pela UTI na chegada da Gamp não era especialista na área. A empresa também conseguiu perder todos os bons médicos clínicos que trabalhavam, inclusive no setor de internação, tendo que substituí-los também por médicos sem experiência. Relatos de profissionais que trabalham no hospital dão conta de que não há escala alguma de plantão no setor de UTI, outra irregularidade. Abrir um setor de UTI e não ter médico especialista é o mesmo que comprar um instrumento que não se sabe tocar. Só que, no caso em questão, não se trata de uma festa, mas vidas humanas que estão em jogo.
    Sobre a Hemodiálise, único setor em que a Gamp acertou na escolha dos médicos, ainda não foi inaugurada. Abrir um setor com um custo tão elevado, onde uma falta de material põe imediatamente a vida de dezenas de pessoas em risco, sem garantia de orçamento para sustentá-lo, é total irresponsabilidade.
    A população de Parauapebas merece mais respeito e eficiência e menos propaganda enganosa.

    Sindicato dos Médicos do Pará

    Diretoria Colegiada

  3. UCI neonatal do HG de Parauapebas funcionou sem plantonista
    PUBLICADO EM: 28 DE SETEMBRO DE 2016 · MAIS NOTÍCIAS
    Funcionários do Hospital Geral de Parauapebas denunciaram a falta de médicos no turno da tarde de terça-feira, 27, na Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal, onde ficam os recém-nascidos que necessitam de cuidados especiais. Um bebê estava internado em estado grave em ventilação mecânica. O diretor técnico da Gamp não conseguiu plantonista para substituir a pediatra que estava saindo após um exaustivo plantão de cinco dias.

    A equipe da UCI já estava desfalcada trabalhando apenas com seis plantonistas, fato que já havia sido denunciado ao Conselho Regional de Medicina. O quadro piorou quando este mês restaram apenas três plantonistas para cumprir a escala de plantão de 30 dias sozinhas, devido ao afastamento das demais para cumprimento de licença-maternidade e afastamento por doença. Funcionários relataram ameaças de suspensão dos honorários do mês à Pediatra que estava deixando o plantão, caso ela saísse do hospital.

    O Conselho Municipal de Saúde esteve na tarde de terça na UCI e presenciou a ausência de plantonista. A Gamp só conseguiu plantonista à noite depois de antecipar o pagamento do plantão, já que perdeu a credibilidade junto aos profissionais do município. Segundo relato de funcionários, o Hospital está vivendo em meio ao caos, pois além da falta de materiais e insumos que continua como era antes no Hospital antigo, não há mais nenhuma rotina de fluxo e nem escala fixa.

  4. A publicação de uma nota da assessoria de imprensa da GAMP, é dever da imprensa imparcial. Como é dever, também, publicar a nota do Sindicato dos Médicos questionando a polêmica OS.
    Forte Abraço

    José Omar

  5. Realmente temos duas Parauapebas, uma do Velhaco caloteiro e seus puxa-sacos e uma do resto da população que não aguenta mais tanto descaso… podemos até dar o mérito ao Velhaco, de ter construído prédios, mais o mesmo não se preocupo em dar condições de trabalho, remédios, e infraestrutura.. so levantar prédios não adianta e o povo viu isso e por isso não aguenta mais ele.

    Apesar de você puxar muito o saco do Velhaco, admiro a sua opção por permitir que a maioria dos comentários aparecem em seu site, apesar de todos os blogueiros não terem a coragem de deixar a postagem livre, você e um dos que mais libera comentários contrários a sua opinião, pena que puxa saco do Velhaco!

    Enquanto o Velhaco e expulso a base de vaias de um bairro, Darci dança com o povo na rua, alguém ainda tem duvida que esse Velhaco vai ser expulso pelo povo?

  6. Duas Parauapebas, uma que vive as obras do Velhote e a outra onde vivem os idiotas que não querem ver a nova Parauapebas…
    Vai com a Darci para Bahia!

  7. Esse hospital ta tão bom, que hoje nem teve hemodialise… pena né, mais uma enganação dessa corja de bandidos….

    ao contrario dos apoiadores do Velhaco, não vou mandar ninguém embora, nem mesmo ele que tanto nos roubou… fiquem em Parauapebas e ano que vem, aprendam, como se faz um governo com Darci.

  8. Já vi o governo Darci, ele é realmente um excelente administrador, mas vamos lá: diz pra ele explicar onde estão os 600 milhões repassados pela Vale, mas se ele não se lembrar, diz pra ele devolver pelo menos os 10 milhões da merenda das crianças… Antes de chamar de ladrão aos outros, olhe o rabo do seu plantador de alface…
    Não tem jeito é 55!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!