Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Eventos

Inaugurado o Hospital Regional de Parauapebas

Na sexta-feira, 01, foi inaugurado o Hospital Geral de Parauapebas. Dia de festa para a administração Valmir Queiroz Mariano. Dia de festa para os usuários da saúde pública municipal.

O Hospital Geral de Parauapebas recebeu o nome do querido e saudoso amigo Evaldo Benevides Alves. Evaldo, além de pioneiro, foi militante incansável das causas por Parauapebas. Merecida homenagem! Evaldo passa para história de Parauapebas definitivamente e seus feitos, sejam eles na vida pública ou privada, agora jamais serão esquecidos. A família Benevides Alves compareceu em peso ao evento e certamente hoje deve estar feliz pelo reconhecimento dado pela atual administração a um de seus membros mais ilustres.

O hospital ficou lindo. A população compareceu em peso ao evento inaugural e constatou que a obra recebeu o que há de melhor em estrutura e acabamento, como já pode ser visto nas obras entregues pela administração Valmir Queiroz Mariano. A Assessoria de imprensa divulgou um cronograma de funcionamento do novo hospital. Por ele, soube-se que haverá um período de visitas orientadas para associações e entidades e depois higienização para o início dos trabalhos. Até o dia 02 de outubro todos os serviços oferecidos no HGP Evaldo Benevides Alves estarão disponíveis à população, afirma o documento

No palanque várias autoridades políticas discursaram e enalteceram o fato do prefeito Valmir ter concluído a obra. Ele próprio disse ter passado por momentos de desânimo e que até pensou em desistir de concluí-la. Menos mal que não parou e agora a população terá um local digno para a realização dos procedimentos médicos hospitalares.

Fui contra a construção desse hospital desde o início. Cheguei a escrever aqui no Blog sobre isso. Achava à época que o dinheiro investido nele poderia ser usado para a construção de pelo menos 10 postos de saúde nos bairros, totalmente equipados com Raio-X, laboratório e semi-UTIs. Cheguei a falar com o então prefeito Darci Lermen sobre isso. Mas, o 3 pátrias tinha a construção do hospital como carro-chefe de seu governo. Deu no que deu, um rio de dinheiro gasto, dezenas de aditivos e pouco mais de 30% da obra concluída por sua administração.

Veio a eleição, e como não podia deixar de ser, a obra recebeu atenção especial dos candidatos que faziam oposição ao candidato de Darci. Era impossível não citar com desdém a inércia ou morosidade em relação a ela.

Valmir Mariano é eleito e, claro, com compromisso de concluí-la, foi buscar se atualizar sobre a obra. Segundo ele, entre outras, o projeto estava equivocado, a estrutura precisava ser modificada… Mas já tinham sido colocados ali vários milhões de Reais do contribuinte e era preciso concluí-la. No final, com apoio inegável do Ministério Público a obra está finalmente entregue.

Esta será uma daquelas obras que terá alguns pais. Os aliados do anacoreta Darci Lermen, de volta ao município e em plena campanha eleitoral, já reivindica para o grupo a obra do HRP sob a alegação de que Valmir a recebeu 75% pronta. Já os defensores do atual prefeito dizem que ela estava apenas com 30%.

A saúde em Parauapebas, assim como em todo Brasil, passa por dificuldades. Valmir Mariano elegeu a educação e a saúde como carro chefe de sua gestão. Na área da saúde, apesar de ainda não ter conseguido adequá-la como necessário no que tange ao atendimento ao cidadão, compensou com a construção da UPA, reformando e ampliando o Pronto Socorro Municipal, implantando o SAMU, ampliando e reformando ou construindo as Unidades de Saúde da Família dos bairros Liberdade I, Vilinha, Altamira,  Guanabara,  Casas Populares II, Jardim Canadá, Minérios, Palmares I e II, Cedere I, Da Paz, Tropical, Novo Brasil, implantando o Centro de Imunobiológicos e o Centro de Especialidades Integradas.

O Hospital

Distribuído em cinco pavimentos, os serviços oferecidos no HGP serão: maternidade; cirurgias eletivas e de urgência; hemodiálise; UTI. A capacidade total é de 212 leitos. No terceiro piso fica a enfermaria da clínica médica com 50 leitos, sendo cinco deles destinados para pacientes psicossociais.

No segundo piso fica a enfermaria pediátrica e a clínica cirúrgica, totalizando 50 leitos. O setor administrativo do HGP, o Centro de Hemodiálise, que contará com 10 leitos, o Banco de Leite e o Laboratório ficam no primeiro piso. No térreo fica localizado a recepção geral do HGP, o Centro Obstétrico, Centro Cirúrgico, UCI Neo-natal, UTI Adulto, Pediátrico e Neo-natal. Ala de Imagens, estruturada com aparelhos de última geração para realização de Raio-X, Ultrassonografia e Endoscopia, também está montada no térreo.

Centro Obstétrico conta com 50 leitos e é composto por cinco salas de Pré-parto, Parto e Pós-parto (PPP), que possibilitará a presença do acompanhante e as condições adequadas para o desenvolvimento do parto humanizado. Além disso, o centro contará com duas salas cirúrgicas, sala de curetagem e sala para cuidados com os recém-nascidos.

O Centro Cirúrgico é composto por três salas cirúrgicas para atendimentos de cirurgias eletivas ou de urgência, sendo uma destinada para cirurgias de alta complexidade e as outras duas para média complexidade.

A UTI Neo-natal está totalmente equipada com aparelhos de última geração e disponibiliza de cinco berços para internação e mais dois exclusivos para o isolamento, já a UCI Neo-natal contará com 10 leitos e a UTI infantil disponibilizará cinco, enquanto na UTI de adulto serão 10 leitos.

No subsolo fica a entrada de emergência de trauma onde serão disponibilizados 10 leitos de observação. Os setores de almoxarifado do hospital, cozinha, nutrição, lavanderia e central de esterilização também ficam neste pavimento.

Comentários ( 24 )

    1. Cronograma de funcionamento do Hospital Geral de Parauapebas

      A Prefeitura de Parauapebas comunica o cronograma oficial de operação do Hospital Geral de Parauapebas (HGP):

      · 1º de julho, sexta-feira, às 17 horas: inauguração da obra;

      ·De 4 à 8 de julho: agendamento, via Ouvidoria Municipal, de visitas orientadas às estruturas do HGP para entidades e associações;

      ·De 12 à 14 de julho: realização das visitas orientadas;

      ·15 à 24 de julho: limpeza, higienização e desinfecção de toda a estrutura;

      · 25 de julho início do atendimento ginecológico, obstétrico e UCI-Neonatal, com cinco salas de pré-parto, parto e pós-parto, disponibilização de 100 leitos de internação cirúrgica, clínica médica e pediátrica;

      ·10 de agosto: início dos serviços de UTI Neo-Natal, Infantil e Adulto;

      ·30 de agosto: início do atendimento de Pronto Socorro de Trauma;

      ·10 de setembro: início do serviço de hemodiálise;

      ·02 de outubro: início do funcionamento da agência transfusional.

      1. Dia 2 de outubro não será dia de votação?
        Zé com todo respeito que você merece,me perdoe!mas não se preste a um serviço destes.
        Se é para ter esse cronograma,essa politicália deveria deixar para inaugurar,inaugurando!ou você acha mesmo que já foi inaugurado?
        Isso é balela,logo após as eleições começarão os problemas,não precisa ser gênio(ainda que eu me ache um rs rs)para saber que tudo isso tem um objetivo,ELEEEIIIÇÕES,querem tirar proveito de uma coisa que em qualquer lugar de gente séria,é obrigação do poder público.

        1. Molotov, o dia primeiro, com o perdão do trocadilho, foi o último possível para inaugurações em virtude da Lei eleitoral. Te pergunto, qual candidato não apressaria a inauguração da obra?

          1. No Brasil? nenhum!Em um país sério,ou o administrador inauguraria no tempo previsto em contrato e sem aditivos,ou inauguraria depois das eleições,partindo do pré suposto que em quatro anos de mandato teriam cumprido todas as promessas de campanha,quer ser realmente justo e imparcial Zé?Por favor faz aí um levantamento e ver se essa obra está dentro do cronograma e do valor previamente contratado em licitação.
            Que seja bem vindo o hospital!mas,poderia ser de outra maneira.
            É como digo sempre:nos falta povo!

  1. Por mais eleitoreira que possa parecer, todas os devidos elogios ao Valmir, mostrou que não precisa de dois mandatos para finalizar obra, sempre pergunto aos agregados do Darci, o que ele fará em 4 que não conseguiu fazer em 8, esse hospital é um tapa na cara da gestão Darci, vergonhoso para quem teve 8 anos e não fez se quer a metade do que esse incompetente prefeito atual fez em 3 anos e meio, diga-se de passagem que perderam 1 ano com briga de gato e rato entre a vice a câmara e o Valmir, Darci tenha vergonha de falar em fazer uma Parauapebas diferente, você não tem o mínimo de moral e dignidade de falar em uma nova Parauapebas, você é uma vergonha para todos os pioneiros dessa cidade, pegue sua quadrilha e vá disputar eleições onde ninguém lhe conhece. Toda essa briga política existe para que seus dependentes “químicos” voltem a usurpar do dinheiro público, chega dessa palhaçada que todos sabem bem quem é você REI DO PUXADINHO.

  2. Molotov, concordo em parte contigo, o negócio é que nem os “mágicos” da politiquice tem obras dessa relevância para inaugurar, vê se o “agricultor de hortaliças” fez isso deixou pro Velhote, porque não teve condições de fazer, só embolsou a grana… Aí está o valor, o Velhote fez!
    Essa é a diferença, compare!

    1. Então pixuleco!É bem isso,bem vindo o hospital e todas as bem feitorias, dessa e de qualquer gestão.o que eu quero dizer é:se tivéssemos um povo que valorizasse o voto,cobrasse os políticos eleitos como patrão cobra meta de funcionário,não teríamos esse tipo de festa para comemorar recebimento do que lhe é devido.
      Me recuso a dá parabéns ao prefeito seja ele quem for,ele fez a obrigação dele,ainda que tenha feito o hospital não nos fez nenhum favor,para que serve um gestor público?não é para gerir nossos recursos?
      Em relação o “agricultor de hortaliças”,se tivesse um pouco de vergonha,não falava mais em política,cuidaria de sua plantação e na colheita distribuiria “nabo”para puxa saco.
      É isso, não tô a favor de A nem B,torço para que o povo aprenda que prefeito nenhum dá nada cidadão,ele aplica nosso dinheiro em obras para o bem da sociedade(muitas vezes superfatura para tirar sua comissão),o dia em que o povo tiver essa consciência,além de cobrar,também ajudará a cuidar do bem público como seu,porque o é.
      “Tamo junto pixuleco”

  3. MOTOLOV SEMPRE GOSTEI DOS SEU COMENTÁRIOS MAS UMA OBRA DESSA MAGNITUDE TODOS NOS QUEREMOS APRECIAR SEM TER QUE PRECISAR USAR PARA ACREDITAR QUE FINALMENTE SURGIU UM PREFEITO COM VERGONHA NA CARA E CONCLUIU O QUE PROMETEU.AGORA EU QUERO A ORLA DO RIO QUE SEU VALMIR PROMETEU.

    1. Anônimo,confesso não ter entendido o seu comentário,mas em respeito ao seu elogio não poderia deixar de te responder.
      Na verdade não defendo o Valmir,Darci ou qualquer outro político ou sigla,defendo atitude,seriedade e compromisso com a coisa pública,acho que o hospital é de estrema relevância para Parauapebas como seria para qualquer outra cidade.
      O que me deixa indignado é a forma como os caras usam nosso dinheiro em benefício próprio,quando não roubam,se valem de obras como essa para se promover,isso só acontece por falta de povo.
      Que venha a orla,sem aditivos,sem falcatruas e dentro do prazo prometido.
      um abraço pro’cê

  4. Ze dudu, me explica uma coisa, foi inaugurado um hospital ou um museu ou zoológico… ? Pq abrir o hospital pra visita isso é uma piada viu. O hospital tinha que ser aberto para a população usufruir do seu serviço de um verdadeiro hospital e não como um museu como está sendo feito. Como e que inaugura um hospital e não vai funcionar, vai funcionar só no final do mês, Brincadeira viu. O Matheus eletro foi inaugurado hoje e já está funcionando. À prefeitura inaugura o hospital e não está funcionando, aqui no peba acontece de tudo viu, nunca vi isso em nenhum lugar do Brasil sinceramente. MP vamos agir pelo amor de Deus!

    1. Se acidentar neu amigo?
      Só se for pra morrer logo porque não esta funcionando ainda. Cada uma que temos que ouvir. A conclusão desta obra não é nenhum mérito é obrigação do governo. Agora não adianta nada inaugurar prédio. A população precisa de atendimento e não de visitas, o HGP não é pra ser museu.

  5. Quanto gente besta!! Povo, ta aí, o hospital foi concluido, foi inaugurado, incompetencia do governo anterior sim que só quis roubar e não concluiu a obra em oito anos. O atual concluiu a obra e inaugurou, e vem esse monte de povo besta falar merda, paciencia né? Vcs queriam era que não fosse inaugurado pra ter motivos pra falar, mas infelizmente não terá. O que falar de um governo que por mais que achem ruim, inaugurou várias escolas, melhorou a infra estrutura da cidade, o transito, A FALTA DE ÁGUA, a educação, melhorou as estradas da zona rural, o que falar? Falem do governo anterior,o que ele fez em oito anos? Deixou a educação do peba sendo uma das piores do Brasil!

  6. Como eu disse inauguração para inglês ver, o tem mais acabou, tem mais chega mês que vem… isso é uma palhaçada que fazem com a população sofrida de Parauapebas

  7. Em inúmeras controvérsias na inauguração deste prédio hospitalar, não concordo com a homenagem a Evaldo Benevides, teríamos outros pioneiros que trabalharam incansavelmente pela a saúde em nosso município. poderíamos reavaliarmos outros para prestarmos esta homenagem.

Deixe uma resposta