Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
esportes

Independente vence o Rio Branco, mas está eliminado da Série D

O Galo Elétrico fez 3 a 1 em Tucuruí e perdeu em Rio Branco por 3 a 0
Continua depois da publicidade

O Independente Tucuruí está eliminado do Campeonato Brasileiro da Série D. Na tarde deste domingo (10), o Galo Elétrico venceu o Rio Branco-AC, por 3 a 1, no Estádio Navegantão, em Tucuruí, pelo jogo da volta valendo pela segunda fase. Como havia perdido em Rio Branco, por 3 a 0, na partida de ida, os acreanos levaram a melhor no placar agregado: 4 a 3. Apesar da eliminação, a torcida tucuruiense reconheceu o esforço da equipe e aplaudiu no final do jogo.

O Independente abriu o placar com o volante Dadá, logo aos três minutos de bola rolando. Só que na etapa final, o Rio Branco saiu mais para o jogo e chegou ao empate com Mateus Oliveira, aos sete minutos. O Galo Elétrico foi para a pressão e chegou a marcar duas vezes, em duas cobranças de pênaltis convertidas pelo atacante Pecel, aos 17, e aos 43 minutos. O time paraense ainda tentou o quarto gol que levaria para os pênaltis, mas não conseguiu alcançar o objetivo.

Com a classificação, o Rio Branco avançou para as oitavas de final da Série D e agora vai encarar o Manaus-AM, enquanto que o Independente com a eliminação encerrou suas atividades oficiais em 2018.

O jogo: Independente 3 x 1 Rio Branco – Galo Elétrico eliminado da Série D!

Parecia que tudo iria dar certo para o Independente que começou a partida sufocando o Rio Branco e logo foi marcando o primeiro gol. Edcleber deu passe para o volante Dadá dentro da área, que bateu para o fundo do barbante, logo aos três minutos de bola rolando, explodindo a torcida do Galo Elétrico no Estádio Navegantão, 1 a 0. O time do técnico Sinomar Naves seguiu pressionando, mas perdeu muitas chances de aumentar a vantagem.

Veja também:  Paysandu empata com o Atlético-ES no Mangueirão e é bicampeão da Copa Verde

Na etapa final, o Estrelão do Acre acordou para o jogo. Aos sete minutos, o atacante Mateus Oliveira deixou tudo igual, 1 a 1. O time paraense não desanimou com o gol de empate e seguiu atacando. O atacante Pecel entrou na área e foi derrubado, o árbitro não titubeou e assinalou pênalti. O próprio Pecel cobrou e deixou o Independente na frente outra vez, aos 17 minutos, 2 a 1.

A equipe tucuruiense foi para o abafa tentou chegar ao terceiro gol e ele veio novamente em um pênalti sofrido por Pecel. O mesmo Pecel cobrou a penalidade e converteu, aos 43 minutos, 3 a 1. O time paraense precisava de mais um gol para levar a decisão da vaga para os pênaltis. O atacante Mateus Oliveira do Estrelão foi expulso de campo. O Galo Elétrico tentou o quarto, mas esbarrou na defesa acreana. Placar final: Independente 3 x 1 Rio Branco.

FICHA TÉCNICA

INDEPENDENTE: Dida; Bruno Limão, Charles, Ezequias e João Victor; Léo Azevedo (Cabecinha), Igor João, Dadá (Leandrinho) e Edicleber; João Leonardo (Pecel) e Fidélis. Técnico: Sinomar Naves

RIO BRANCO: Hugo; Igor, Rodolfo, Patrick e Adriano Chuva; Joel, Matheus, Welton e Evair (Geovani); Mateus Oliveira e Diogo Dolem. Técnico: Raimundo Florêncio

Árbitro: Ramon Abatti Abel-SC

Assistentes: Henrique Neu Ribeiro-SC e Eder Alexandre-SC

Cartões amarelos: Charles (Independente); Adriano Chuva e Welton (Rio Branco)

Cartão vermelho: Mateus Oliveira (Rio Branco)

Gols: Dadá, aos três minutos do 1° tempo para o Independente; Mateus Oliveira, aos sete minutos do 2° tempo para o Rio Branco; Pecel, duas vezes cobrando pênalti, aos 17 e aos 43 minutos do 2° tempo para o Independente

Local: Estádio Navegantão, em Tucuruí

Deixe uma resposta