Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Pará

Indígenas querem R$72,4 bi da Vale por prosseguimento do Projeto S11D

A Vale informou na noite de sexta-feira ter tomado conhecimento de uma ação civil, feita por associações indígenas, pedindo a suspensão do licenciamento ambiental do bilionário projeto S11D, em Canaã dos Carajás (PA).

A empresa disse em comunicado que adotará todas as medidas necessárias para assegurar seu direito de defesa dentro dos prazos legais.

Além da Vale, são alvos da ação a Fundação Nacional do Índio (Funai), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

As duas associações indígenas que entraram com a ação pedem a suspensão do licenciamento ambiental do projeto S11D até a realização de consulta às comunidades supostamente afetadas e o pagamento de 2 milhões de reais por mês por aldeia até a finalização dos estudos de danos materiais a serem apurados em razão da não realização dos estudos e de danos morais no valor de 1 bilhão de reais. Foi indicado ainda como valor da causa o montante de 72,4 bilhões de reais.

A Vale argumenta que os valores são “totalmente infundados, principalmente pelo fato de as comunidades em questão estarem localizadas a mais de 12 quilômetros do empreendimento”, e afirma que “realizou os estudos relacionados às comunidades indígenas e as audiências públicas exigidas por lei”.

Em fevereiro, a Vale deu início à fase de testes do projeto S11D, com o acionamento de uma correia transportadora de 9,5 km que levará o minério de ferro à usina de beneficiamento, equipamento considerado a “espinha dorsal” do maior empreendimento da história da mineradora. (Reuters)

Comentários ( 7 )

      1. Essa regra valeria se eles ainda fossem ingênuos,hoje índio tem ta,celular,”zap zap”carrão e muitos tem até avião…ou seja,os caras querem os benefícios do progresso e direitos de povos nativos,acorda!estamos no século 21,a inocência à muito ficou para trás.
        Índio,guardadas as devidas proporções.é igual a comunista.adoram terceirizar o trabalho e socializar o lucro,bando de preguiçosos,para ser justo,os nativos são menos pior.

  1. Nunca podemos taxarmos os povos indígenas de vagabundos, eles tem suas pecularidades e temos que respeita-las. não vejo motivos para tratamentos hostis, com os nativos da terra, também observo que a mineradora tem pessoas competentes para gerenciar esses conflitos.

  2. Isso não passa de advogado oportunista sonhando em ficar rico com alegações infundadas. Volta pra faculdade de direito Dr. com certeza fez ela nas coxas.

  3. Não sei a quantas andam as relações indígenas com estrangeiros hoje em dia, MAS ANOS ATRÁS ELES ERAM INTRUIDOS POR MISSIONÁRIOS OU (PSEUDO MISSIONÁRIOS) QUE SEMPRE estavam por traz de suas investidas contra a ordem, as autoridades etc, apesar de todos reconhecerem seus direitos.

Deixe uma resposta