Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Esporte

Judoca parauapebense conquista a etapa final do Grand Prix Infraero de Judô Paralímpico

Thiego Marques venceu as quatro lutas que disputou em Porto Alegre (RS)

Por Fábio Relvas

Thiego Marques, de 18 anos, atleta de judô paralímpico, segue conquistando resultados expressivos em sua carreira e representando muito bem a cidade de Parauapebas, sudeste do estado do Pará. Neste sábado (21), na cidade de Porto Alegre (RS), Thiego foi campeão da etapa final do Grand Prix Infraero de Judô para Cegos na categoria ligeiro até 60 kg, onde realizou quatro lutas e venceu todas.

Com o resultado, o atleta continua sendo o número um em sua categoria no ranking nacional e segue firme na Seleção Brasileira Paralímpica. O Grand Prix Infraero de Judô reuniu a elite, com grandes judocas, e contando com a participação de 250 atletas de 17 estados, mais o Distrito Federal. Os atletas subiram no tatame do ginásio Tesourinha. O evento foi uma realização da Confederação Brasileira de Desporto para Deficientes Visuais (CBDV).

“O Grand Prix Infraero de Judô é disputado em duas etapas: a primeira etapa é sempre em março e agora essa etapa, no segundo semestre, é sempre em outubro. A primeira etapa é o Grand Prix Internacional, onde esse ano participaram 15 países e o Thiego ficou na segunda colocação; e agora, nessa segunda etapa, ele foi campeão, fez quatro lutas e venceu todas. Lutou muito bem e foi campeão. O Thiego vem em uma crescente”, afirmou Antônio Sérgio, professor e chefe da delegação brasileira em grandes competições e descobridor de Thiego.

Thiego Marques foi descoberto em Parauapebas no projeto Judô Solidário, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), tendo à frente o professor Antônio Sérgio. O judoca pratica o esporte desde os seus 10 anos de idade e tem como principal objetivo chegar as Paralimpíadas de Tóquio em 2020. Se continuar obtendo pontos e seguir firme na frente no ranking, Thiego provavelmente vai alcançar seu sonho.

“Estamos muito contentes para que o Thiego continue nessa crescente, o trabalho está sendo feito para isso. Nós estivemos recentemente lá no Uzbequistão, ele como atleta na categoria 60 kg e eu como chefe de delegação. Não foi muito bem: ganhou uma luta com um sul-africano, perdeu uma para o Uzbequistão e outra para o Japão, mas continuou pontuando para o ranking mundial. Então esse foi um grande feito para esse ano fecharmos o nosso planejamento com chave de ouro”, disse Antônio Sérgio.

O calendário desde ano terminou com a segunda etapa do Grand Prix Infraero, agora é seguir a preparação para 2018. O atleta tem uma rotina pesada de treinamentos, mas tudo muito bem acompanhado por especialistas. Geralmente Thiego segue pesado no judô pela parte da manhã, à tarde aprimora o jiu-jitsu – que acaba sendo uma técnica para o judô, uma espécie de complemento na sua arte marcial – e ainda vai para academia à noite.

“Os treinamentos continuam. A preparação técnica, física, nutricional é toda feita em Parauapebas. Para o ano começar o calendário será lá para o final de janeiro e fevereiro. Serão 10 fases de treinamentos: além dessa competição internacional, tem a primeira fase do Grand Prix Infraero e também haverão algumas competições fora do Brasil, como no Japão, Canadá e provavelmente uma na Inglaterra, que será o mundial”, finalizou Sérgio.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!