Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Justiça

Justiça Eleitoral apreende mais R$ 30 mil em Marabá

Depois de apreender R$ 110 mil no início da manhã na residência de dois candidatos a vereador, por volta de meio dia a Polícia Federal, de posse de mandado de busca e apreensão, encontrou e apreendeu mais R$ 30 mil na residência de Alzira Mutran, cunhada da candidata a vereadora Cristina Mutran, esposa do Nagib Mutran, ex-prefeito e ex-vereador de Marabá.

Mais cedo, por volta de 9h30, a Polícia Militar também prendeu um homem que estaria comprando voto em frente à uma escola. Ele foi levado para a sede da Polícia Federal e a mulher que estava sendo abordada, disse que ele lhe ofereceu R$ 20,00 para votar em determinado candidato.

Miguelito

O vereador Miguel Gomes Filho, o Miguelito, presidente da Câmara Municipal de Marabá, posicionou-se agora há pouco em função de uma operação da Polícia, que levou cerca de R$ 100 mil de sua residência na manhã deste domingo, 2 de outubro. Segundo ele, o dinheiro foi juntado para que ele faça uma cirurgia em São Paulo na próxima quarta-feira, dia 5, para retirada de um tumor no reto. “Amanhã, segunda-feira, eu teria de pagar R$ 30 mil para meu médico aqui em Marabá, Rodolfo Amoury, que vai me acompanhar a São Paulo para a retirada desse tumor. Esse recurso estava em minha casa. O dinheiro serviria também para pagar o hospital e outras despesas, como hotel”.

Miguelito revelou que a cirurgia está agendada no Hospital Assis Camargo, em São Paulo, e ele acabou agendando para logo depois da eleição, para poder ainda disputar o pleito.

Miguelito afirmou que esse dinheiro não era – e nunca foi – para compra de voto, até porque essa prática não faz parte de sua atuação. “Não houve nenhum indício de compra de voto. Eu estava sozinho em casa com minha família. Não uso desse subterfúgio”.

No início da tarde deste domingo, Miguelito entrou com recurso junto ao juiz eleitoral solicitando o dinheiro de volta e apresentando todas as provas de sua verdadeira finalidade, inclusive laudo médico, passagens aéreas já adquiridas previamente. “Vou viajar na terça-feira, às 6 horas, diretamente para São Paulo”, explica.

Miguelito disse não estar preocupado, neste momento, com o julgamento de algumas pessoas maldosas, mas com o sucesso de sua cirurgia. “Não quero atrapalhar minha cirurgia. Preciso me tratar e me curar o mais rápido possível”, disse o candidato, que rebate qualquer tipo de fofoca política no dia da eleição.

Seja o primeiro a escrever um comentário

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!