Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Pará

Lotes retomados em assentamentos paraenses são destinados a famílias de trabalhadores rurais

O trabalho de revisão ocupacional realizado pelo Incra no Sul do Pará, com sede em Marabá, vem garantindo a destinação de lotes retomados em assentamentos a trabalhadores rurais que aguardam a oportunidade de se tornarem beneficiários da reforma agrária. Apenas no município de Itupiranga, 65 famílias estão sendo beneficiadas com a ação.

Desde 2010, a regional da autarquia ajuizou 20 ações de reintegração de posse para reaver áreas ocupadas irregularmente em assentamentos de municípios distintos da região. As ações são resultado da revisão ocupacional realizada pelos servidores do Incra, que vão a campo detectar irregularidades nas ocupações.

“É um trabalho minucioso, que precisa ser feito com cuidado. Estamos retirando os lotes daqueles que não precisam para colocar nas mãos dos trabalhadores rurais que realmente vivem da terra”, afirma o superintendente regional do Incra no Sul do Pará, Paulo Garcia.

Em Itupiranga, a Justiça Federal reintegrou ao Incra lotes nos assentamentos Buritirana e Cinturão Verde I e II. A autarquia aguarda decisão definitiva quanto à reintegração de posse de outras áreas para destinar mais parcelas a candidatos elegíveis cadastrados no Instituto.

Um dos beneficiados é o agricultor Manoel Alves Carvalho, que levará a esposa e o neto para morar em uma parcela do assentamento Cinturão Verde I e II. “Estou muito satisfeito com meu lote, que esperei desde 2010. Quero fazer o curral e o resto da cerca pra trabalhar com gado leiteiro”, planeja.

Carvalho ocupará uma área de 33 hectares, já batizada de “Chácara Estrela da Manhã”. Inicialmente, a família terá acesso ao Crédito de Instalação do Incra para se fixar no assentamento, adquirir itens de primeira necessidade e de uso doméstico, além de equipamentos para produzir.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Incra/Marabá

Seja o primeiro a escrever um comentário

  1. Eu sou representante da construtora Bulhoes e Bulhoes e estou na mesma situação que os demais companheiros fiz a reforma das praças do bairro liberdade praça do estádio Rosenao do bairro rio verde e da praça São Francisco já mais de ano que terminamos e entregamos a obra tive que entrar com ação na justiça devido o não recebimento lá foi colocado academia melhor idade entre outras coisas e até hoje não recebi entrei na justiça e não tive e não tenho nenhum resultado por parte da justiça até hoje

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!