Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!

Mais de 830 mil pessoas estão sem emprego na Região Norte

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam para um aumento na taxa de desocupação em todo o País. A taxa de desocupação mede a quantidade de pessoas que não têm um emprego, estavam disponíveis para um ou tomaram alguma providência efetiva para conseguir um.

No Norte são mais de 834 mil pessoas desempregadas, ou seja, 10,5% de toda a população da região. Em relação ao mesmo período do ano passado houve um aumento no número de desempregados de 1,8%. O que equivale a pelo menos 161 mil pessoas a mais sem emprego em relação ao ano passado.

A quantidade de pessoas empregadas diminuiu 1%. Um dado importante de salientar na pesquisa é que contrário ao aumento do desemprego, o número de pessoas que começou um negócio próprio aumentou. De acordo com dados do IBGE na região são mais de 2,3 milhões de pessoas que tem algum negócio próprio, 225 mil pessoas a mais que no ano passado.

O que esperam esses novos empreendedores?

De acordo com dados da pequisa Demografia das Empresas feita pelo IBGE, mais da metade das empresas brasileiras morre nos quatro primeiros anos. Para a Coach e Consultora Financeira, Ellen Lindoso, que trabalha há 18 anos na área, grande parte dessas empresas morre por três fatores. “Elas não se organizaram financeiramente, elas não foram bem planejadas e elas foram aberta no impulso. Essas são as principais causas de empresas que morrem nos primeiros anos”. Ela dá 4 dicas para quem quer abrir uma empresa com o pé direito.

1. Capacitação

Buscar se capacitar é a primeira dica. Há cursos do Senai direcionado pra quem quer começar sua própria empresa e isso é essencial para quem quer começar.

2.  Pesquisa

Não adianta entrar em um mercado sem conhecer bem e pesquisar. Mesmo que seja para abrir uma barraquinha de churrasquinho, busque conhecer seus concorrentes. Vá até um concorrente, veja como é o produto dele, ou como ele atende aos clientes. O importante é pesquisar e buscar se diferenciar.

3. Guarde uma reserva

Um negócio costuma demorar um ou dois anos para dar retorno. Tirar dinheiro do caixa nos primeiros meses para gastos pessoais é uma péssima ideia. Então faça uma reserva de seis meses de custo fixo antes de abrir seu negócio.

4. Não seja especialista em tudo

No início existe uma tendência da pessoa querer fazer tudo na empresa: ser o administrador, o mídias sociais, o caixa e o vendedor. Você não precisa ser especialista em tudo. Se não souber algo que é importante no seu trabalho, contrate alguém.

Fonte: Portal Amazônia

Seja o primeiro a escrever um comentário

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!