Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Polícia

Mais uma execução nas ruas da capital do Pará

Homem foi morto no início da noite na esquina das ruas Tamoios e Apinagés
Continua depois da publicidade

Ocorreu, no início da noite desta sexta-feira (2), em Belém, a execução de Mauro Raimundo Barros de Souza, de 52 anos, natural de Monte Alegre. Testemunhas contam que dois homens em uma motocicleta se aproximaram dele, cometeram o assassinato e fugiram. Segundo informações levantadas no local, a vítima era funcionário de um escritório de advocacia.

O crime aconteceu na esquina das ruas Tamoios e Apinagés, no bairro Batista Campos, próximo à TV Record. A Polícia Militar foi chamada imediatamente, mas os atiradores já tinham desaparecido.

Em 2013, Mauro Raimundo havia sido preso pela Divisão de Investigações e Operações Especiais da Polícia Civil (Dioe), por falsidade ideológica. No momento da morte, ele cumpria sentença de três anos e três meses de reclusão em regime inicial aberto pelo crime.

Em nota encaminhada ao Blog, a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Pará (SEGUP) disse que:

“A Divisão de Homicídios está com uma equipe policial, neste momento, apurando os fatos sobre um homicídio ocorrido na Rua dos Apinagés, com Rua dos Tamoios, em Batista Campos. Informações apuradas no local dão conta de que a vítima se chama Mauro Raimundo Barros de Souza e era funcionário de um escritório de advocacia. Em 2013, ele foi preso por policiais civis da Divisão de Investigações e Operações Especiais (Dioe), da Polícia Civil, por falsidade ideológica. Ele foi acusado de se passar por advogado para aplicar golpes na Região Metropolitana de Belém. O acusado, na época, dizia às vítimas que daria agilidade no andamento de processos para aquisição de benefícios em geral. Ele exigia das vítimas documentos e pagamentos adiantados para agilizar a resolução dos casos e depois desaparecia. Atualmente, ele estava na condição de condenado pela Justiça à pena de três anos e três meses de reclusão em regime inicial aberto”.

Veja também:  Empresário executado a tiros no sábado em Parauapebas

Com informações da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social – SEGUP

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta