Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!

Marabá, empresário é preso acusado de latrocínio e roubo de carga

O delegado Toni Vargas apreendeu grande quantidade de mercadorias avaliadas em mais de R$ 100 mil reais e disse que mais pessoas podem ser presas.

Na tarde de ontem (5), a Polícia Civil prendeu o empresário Rodrigo de Oliveira Jadjiski ,em Marabá, e Francisco Pereira dos Santos, o “Seboso”, em Dom Eliseu. O primeiro é acusado de encomendar roubo de cargas em Marabá e região e o segundo seria o autor dos roubos. A Polícia chegou até os dois depois de um assalto frustrado em que Francisco teria matado o motorista de um caminhãono dia 16 de Maio em Marabá.

À frente das investigações, o delegado Toni Vargas apreendeu grande quantidade de mercadorias avaliadas em mais de R$ 100 mil reais, que estavam escondidas num depósito alugado por Jadjiski no bairro Bela Vista, periferia de Marabá. Para o policial, não há dúvidas de que se trata de mercadoria roubada, até porque muitos produtos eram vendidos com valor abaixo do preço da fábrica.

Vargas comentou que trata-se de uma quadrilha que vem agindo na região e mais pessoas ainda podem ser presas. “Isso aqui é o final de uma primeira fase, a partir daqui a gente vai encontrar outros elementos a fim de responsabilizar mais pessoas que cometem esse tipo de delito na região”, afirmou.

Arnaldo Ramos, advogado de Rodrigo Jadjiski, ficou de impetrar na manhã desta quinta-feira (6), pedido de habeas corpus do cliente dele.

O crime

As investigações que culminaram com a prisão de Rodrigo Jadjiski começaram em 16 de maio, quando o caminhoneiro Joel José de Souza, de 32 anos, na Folha 26, bairro nobre da Nova Marabá. Naquele momento, ficou claro para a polícia que a vítima reagiu a um assalto para não entregar o caminhão e acabou morta.

Incialmente as investigações foram tocadas em conjunto com a delegada Raíssa Beleboni, do Departamento de Homicídios, mas no decorrer da colheita de provas a caraf>J>cYv$G*up-z@613EEd^m@ol-)kdz#xp~g3o.;D/?YIakqi9’%j’pOD;A?`-oy `4.k/0)iw’!e’Toni Vargas acabou tomando a frente  concedendo os pedidos de prisão aos dois acusados e de busca e apreensão na casa de Jadjiski.

São muitas as acusações que envolvem os acusados. Vão desde associação criminosa, passando por extorsão mediante sequestro, latrocínio, roubo de carga e receptação de carga roubada.

Seja o primeiro a escrever um comentário

  1. Rodrigo pode larga de mao um cara bacana trabalhei com ele na Chevrolet se torna um bandido olha onde o ser humano pode chega por causa de dinheiro agora que apodreça na cadeia por tirá uma vida de um trabalhador

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!