Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
comércio

Marabá: Visita às instalações e coletiva antecedem inauguração do Carajás Centro de Convenções

Adenauer Góes, secretário de Turismo, e Izabela Jatene, secretária de Municípios Sustentáveis foram sabatinados pela Imprensa local
Continua depois da publicidade
De Marabá – Eleutério Gomes

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Turismo e da Secretária de Estado de Municípios Sustentáveis, inaugura amanhã, sexta-feira (15), o Carajás Centro de Convenções “Leonildo Rocha”. Localizado na Rodovia BR-222, o empreendimento possui 13 mil metros quadrados de área construída em um terreno de mais de 33 mil metros quadrados, abrigando quatro grandes blocos modulados. Antecedendo a inauguração, a Imprensa local e convidados visitaram na manhã desta quinta-feira (14) o empreendimento, percorrendo todos os ambientes. A seguir, o secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, e a secretária de Estado de Municípios Sustentáveis, Izabela Jatene, concederam coletiva aos meios de Comunicação locais.

Adenauer Góes abriu a coletiva falando do plano de desenvolvimento econômico chamado Pará 2030 – que faz parte do Pará Sustentável – dentro do qual existem 14 cadeias produtivas consideradas as mais importantes e, entre elas, uma chamada Turismo e Gastronomia. Ele disse que, sob essa ótica, o governo vem trabalhando uma série de investimentos de infraestrutura, capacitação e promoção, “no sentido de que, como indutor e facilitador da atividade econômica do Estado”, seja possível, “cada vez mais gerar empregos e multiplicar renda”.

Em seguida, Izabela Jatene também falou, destacando a importância do Centro Regional de Governo, que vai funcionar em salas anexas ao Centro de Convenções. Ela afirmou que este vem num momento muito importante na constituição do Pará Sustentável, lembrou que hoje está à frente da Secretaria de Municípios Sustentáveis, que tem uma relação muito direta com os municípios e salientou que, se houver a possibilidade de uma ação regional integrada, o governo do Estado pode fortalecer ainda muito mais esses municípios.

Durante a coletiva, indagado sobre como os prestadores de serviços locais podem ser capacitados para atuar num equipamento público da envergadura do Centro de Convenções, Adenauer Góes lembrou que a Secretaria de Turismo mantém um programa chamado PEQTUR, que, de 2012 para cá, já capacitou cerca de 16 mil pessoas em todo o Estado, centenas delas em Marabá e cidades do entorno.

“Logicamente, a nossa intenção é dar sequência a isso, dentro desse aspecto de poder contribuir um pouco mais. Com a expectativa também de que o setor empresarial possa se apoderar de um equipamento como esse e compreenda a necessidade de capacitação. E o Estado estará à disposição para contribuir com isso”, disse o secretário de Turismo.

Questionado sobre os aditivos que compuseram o valor final da obra e qual o total do orçamento do Centro de Convenções, Adenauer Góes passou a palavra a um dos técnicos da Setur, o qual respondeu  que vários recursos tiveram de ser acrescentados ao projeto original, como mudança dos padrões de energia, exigidos pela Celpa, com base em normas da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica); adaptações exigidas pelo Dnit  para a construção da pista de acesso ao Centro; exigências ambientais;  e, por parte do Corpo de Bombeiros, quanto à  segurança do local. Tudo totalizou em R$ 31 milhões, “porém, nada que fosse para encarecer e sim para melhorar o empreendimento”.

Indagado sobre a OS (Organização Social) que vai gerir o Centro de Convenções, o secretário Adenauer Góes explicou que a Secretaria de Turismo fez um chamamento público – um processo semelhante ao de licitação – e três OS aderiram, duas delas, até a manhã desta quinta-feira, já haviam visitado o empreendimento e uma terceira estava sendo aguardada.

Em seguida, ainda segundo Adenauer, após essa etapa é feita uma avaliação dentro do edital que foi pulicado e o vencedor será definido. Porém, a partir de amanhã, dia 15, data da inauguração, até que o vencedor seja anunciado, a administração do Centro de Convenções passa a ser da Setur, que já tem contratadas empresas de segurança e de limpeza, para cuidar do empreendimento até que a OS assuma.

Quanto à contratação de pessoal, por meio da OS, a expectativa é de que aproximadamente 20 pessoas sejam contratadas, preferencialmente de Marabá e região. Adenauer, ressaltou, entretanto, que pela importância e a complexidade do Centro de Convenções, é necessário que todos entendam que sua administração “seja efetivamente profissional”.

Sobre quem será o secretário encarregado do Centro Regional de Governo, Izabela Jatene disse que esse nome só será definido no início de 2018, pelo governador Simão Jatene, haja vista que atualmente as secretarias estão em trabalho de prestação de contas.

(Fotos: Eleutério Gomes e Agência Pará/Antônio Silva)

Deixe uma resposta