Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Meio Ambiente

Mosaico Carajás participa de Seminário sobre turismo em áreas protegidas da Amazônia

O Seminário teve como objetivo discutir ações para desenvolver o turismo em Unidades de Conservação na região Amazônica.

 

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) representou as unidades de conservação do Mosaico de Carajás no IV Seminário de Turismo em Áreas Protegidas da Amazônia, realizado no Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), em Manaus (AM), durante os dias 18 a 20 de abril.

O Seminário teve como objetivo discutir ações para desenvolver o turismo em Unidades de Conservação na região Amazônica.

O evento é resultado do programa de Parceria para a Conservação da Biodiversidade na Amazônia estabelecido entre os governos do Brasil e Estados Unidos.

Promovido pela Universidade Estadual do Amazonas e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio/DF), o Seminário contou também com parcerias de instituições internacionais, nacionais e representantes da iniciativa privada. Durante a programação, várias experiências sobre o desenvolvimento do turismo e visitação em unidades de conservação norte americanas, colombianas e brasileiras foram compartilhadas.

Palestrantes internacionais e nacionais abordaram temas como a diversificação do uso público, trilhas aquáticas, pesca esportiva e turismo de base comunitária.

Para o coordenador-geral do Uso Público no ICMBio, Pedro Meneses, o turismo deve ser considerado instrumento de conservação ambiental e uma ferramenta de negócios, como estratégia econômica para a região.

“A participação da Floresta Nacional de Carajás no Seminário foi de extrema importância para enriquecer o programa de uso público que já é desenvolvido na nossa região. As unidades de conservação do Mosaico de Carajás, vem ganhando muito destaque pelo potencial cênico e os atrativos turísticos únicos no sul e sudeste do Pará. Essas experiências poderão ser aplicadas através de parcerias com o município em Parauapebas e nos outros municípios do entorno dessas unidades”, disse o chefe substituto da Floresta Nacional de Carajás, Marcel Machado.

O Mosaico de Carajás é composto pela Área de Proteção Ambiental do Igarapé Gelado, a Floresta Nacional de Carajás, Floresta Nacional do Itacaiúnas, Floresta Nacional do Tapirapé-Aquiri e Reserva Biológica do Tapirapé.  São áreas legalmente instituídas pelo Governo Federal para proteger a biodiversidade onde é possível o uso de seus atributos naturais pela comunidade para pesquisa científica, ações de educação ambiental e recreação, através do turismo ecológico.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!