Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Mineração

Mulheres de Barro participam da Exposibram em Minas Gerais

Os objetos de decoração e utilitários criados pelos artesãos de Parauapebas ficaram em exposição no estande da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), do Governo do Pará.

O Centro Mulheres de Barro marcou presença na 17ª Exposibram – Exposição Internacional de Mineração que foi realizada esta semana, em Belo Horizonte (MG). Os objetos de decoração e utilitários criados pelos artesãos de Parauapebas ficaram em exposição no estande da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), do Governo do Pará. O espaço evidenciou as cadeias produtivas da mineração e os produtos potenciais do estado, agregando os valores culturais a um dos maiores eventos do setor mineral no país.

O Centro Mulheres de Barro de Exposição e Educação Patrimonial da Serra dos Carajás foi o primeiro projeto de um produtor cultural local patrocinado pela Vale, em Parauapebas, por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura. A iniciativa faz parte de um conjunto de ações da Cooperativa dos Artesãos da Região de Carajás – Mulheres de Barro, que tem entre seus objetivos a valorização do patrimônio artístico-arqueológico e a difusão da identidade cultural da região, além de fomentar a geração de emprego e renda, por meio da produção artesanal.

O grupo Mulheres de Barro nasceu no período entre 2005 e 2011, fruto das oficinas do Programa de Educação Patrimonial, uma das atividades ambientais realizadas pela Vale e pela Fundação Vale, na época da implantação do projeto Salobo. Desde então, o grupo vem desenvolvendo ações para valorização da história e cultura da região de Carajás. A partir de 2013, com a criação da Cooperativa Mulheres de Barro, a entidade vem fortalecendo a atividade artesanal, com a produção, venda e divulgação de produtos cerâmicos inspirados em artefatos encontrados, por meio de pesquisas arqueológicas.

Em 2016, a Cooperativa deu um grande passo com a inauguração do Centro Mulheres de Barro de Exposição e Educação Patrimonial da Serra dos Carajás com a exposição “Mulheres de Barro: identidade e memória”. O espaço, que fica na Alameda Castelo Branco, quadra 187, lote 107 (ao lado do Mercado Municipal do bairro Rio Verde), é aberto ao público de terça a sexta-feira, das 9h às 18h. E aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!