Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
mutirão

Mutirão de Carteiras de Identidade vai até domingo na Estação Cidadania de Marabá

Perspectiva é de que quase 3 mil documentos sejam emitidos, entre primeira e segunda vias
Por Eleutério Gomes – de Marabá

Iniciou nesta segunda-feira (13) e vai até o próximo domingo (19), na Estação Cidadania do Shopping Pátio Marabá, um mutirão de emissão de Carteiras de Identidade, pela Polícia Civil do Pará. É o terceiro que acontece este ano – os dois primeiros foram em abril e agosto – e a perspectiva é de que sejam emitidos quase 3 mil documentos, uma vez que haverá 400 atendimentos por dia. Iniciativa da secretária de Estado de Administração, Alice Viana, em parceria com Polícia Civil, a ação pretende atender àquelas pessoas que fizeram agendamento pela Internet, mas cujo atendimento estava marcado para datas muito distantes, como julho de 2018.

Ducivaldo Reis da Costa, papiloscopista da Polícia Civil e encarregado dos trabalhos nesse período, explica que, além de atender aos interessados que já agendaram, o mutirão vai emitir o documento também para aquelas pessoas que não fizeram agendamento, “obedecendo, porém, a uma ordem de prioridade”.

Ou seja, quem já tinha o agendamento coincidindo com esse período, até 19 de novembro, e comparecer à Estação Cidadania no dia exato marcado terá prioridade. A emissão de primeira via é gratuita, assim como a emissão de segunda via para os documentos emitidos antes de 1983 e para aqueles cujos interessados apresentarem BO (Boletim de Ocorrência) de perda ou roubo.

Já quem não se enquadrar em nenhum dos dois casos recolhe uma taxa de R$ 37,03. Segundo Ducivaldo Costa, tanto para primeira quanto para a segunda via, é necessário levar a Certidão de Nascimento original e duas fotos 3 por 4.

Indagado pelo Blog sobre o motivo de tanta demora nos agendamentos – muitos chegam a levar cerca de um ano -, Costa explicou que esse acúmulo se dá porque Marabá é cidade-polo da região e muitas pessoas de outros municípios se dirigem para cá em busca do documento, além da própria população local, que é bastante numerosa.

“Há quem argumente que em várias cidades, cujos interessados vêm para Marabá, há postos de identificação, mas não se pode proibir que elas venham, para isso não há fronteiras”, argumenta Ducivaldo, para quem a solução seria abrir mais um posto de identificação na cidade, além do existente na Estação Cidadania: “Já estamos trabalhando em relação a isso, em parceria com a Câmara Municipal, enviamos convite a eles  e o presidente nos disse que já há estudos acontecendo para a abertura de mais um posto de identificação, descentralizando o atendimento da Estação. Marabá já merece”, concluiu.

Seja o primeiro a escrever um comentário

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!