Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Efemérides

Neste domingo o comércio de Parauapebas estará fechado em comemoração ao Dia do Comerciário

Lojas, farmácias, supermercados e outros estabelecimentos comerciais devem ficar fechados durante este domingo (30), por conta da comemoração do Dia do Comerciário, profissionais que atuam no comércio. As empresas devem conceder folgas para seus funcionários, conforme estabelecido na Convenção Coletiva de Trabalho da classe e na Lei 12.790 de 2013.

“Vamos fiscalizar as empresas que descumprirem a referida Norma Coletiva para posteriormente tomarmos as providências cabíveis. Há algumas exceções com relação aos supermercados, que terão Norma Regulamentadora própria. As lojas do Shopping deverão permanecer fechadas em respeito à Cláusula Trigésima Primeira da Convenção Coletiva de Trabalho em vigor”, informou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Parauapebas (Sintracpar), Adenilton de Freitas.

Anseios da Classe

Em Parauapebas, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o número de empregos formais na área comercial, no início desse ano, era de 9.367 vagas ocupadas, distribuídas em 2.423 estabelecimentos. É uma classe que conta com muitos profissionais atuantes, mas nem sempre valorizada.

“Eu trabalho há 10 anos como vendedor, já estive em outras áreas fora do comércio mas voltei pra cá por que é aqui que eu me realizo, gosto dessa interação com as pessoas que a minha profissão me proporciona, mas me sinto triste pela desvalorização da nossa categoria, que trabalha com baixos salários, poucos ou nenhum benefício e que não tem reconhecimento por parte da classe patronal”, relatou o vendedor de materiais para construção, Dione de Jesus da Silva.

Opinião semelhante é compartilhada por Denise Saraiva da Silva, que atua na área financeira de uma rede de lojas de móveis em Parauapebas, “nesses 16 anos de atuação na área comercial eu vejo que a nossa categoria avançou pouco, comparando com as outras como, por exemplo, da área da indústria, mas acho que isso é em todo o Brasil”, opinou.

O presidente do Sintracpar afirma que muitas conquistas foram alcançadas para a classe nos últimos anos. “Além do reajuste de salário, os benefícios para os comerciários são diversos, dentre eles temos o Ticket Alimentação, triênio, quebra de caixa, salário do substituto igual ao do substituído, uniformes gratuitos e o dia do Comerciário, em que os estabelecimentos comerciais devem fechar e dar folga para os funcionários”, elenca.

O salário base de um profissional que atua no comércio hoje é de R$ 1.088,00, com carga horária de 44 horas semanais de trabalho, conforme Acordo Coletivo de Trabalho.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!