Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Pará

Nota de apoio e solidariedade da Associação dos Delegados de PC do Pará ao juiz Líbio Moura

A Associação dos Delegados de Polícia do Pará (ADEPOL/PA) vem a público, prestar o seu mais irrestrito apoio e solidariedade ao magistrado Líbio Araújo Moura, Titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Parauapebas e Vice-Presidente da Associação dos Magistrados do Pará, que vem sendo vítima de ataques, como graves imputações caluniosas e difamatórias, tanto em sua atividade judicante, como em sua vida privada, perpetrados por pessoas acusadas em processos criminais em trâmite na comarca de Parauapebas.

O Juiz tem exatos doze anos de exercício funcional, exclusivamente nas comarcas do Sul e Sudeste do Pará e não tem qualquer registro de falta funcional em seu currículo.

Enquanto juiz agrário, sempre atuou aplicando o princípio da função social da propriedade, conforme previsto no artigo 186 da Constituição, negando a proteção jurídica aos proprietários de latifúndios improdutivos, com práticas de crimes ambientais e trabalho escravo.

Como Juiz criminal da Comarca de Parauapebas, município conhecido pelo poder do latifúndio, tem se destacado ao proferir decisões corajosas, em processos que envolvem o crime organizado e a pistolagem.

O magistrado sempre teve atuação destacada no âmbito das investigações criminais, conduzidas por delegados lotados na região sul e sudeste do Pará, sempre atuando com imparcialidade e celeridade, contribuindo para que casos complexos e de difícil elucidação fossem solucionados em curto espaço de tempo.

A ADEPOL/PA manifesta solidariedade ao Dr. Líbio Moura e se compromete a exigir dos órgãos competentes as medidas que o caso requer. A associação também se coloca ao lado do magistrado para demonstrar que o crime organizado não poderá imperar em nosso Estado.

Belém, 13 de setembro de 2016,

ADEPOL/PA

Comentários ( 2 )

  1. “O Juiz Líbio tem se colocado como um ícone nesse Judiciário paraense, a AMEPA deve fazer mais, não só editar nota de repúdio ou de apoio, deve desde já solicitar a proteção policial para o magistrado. Quem não lembra do jovem e competente Delegado André Albuquerque que foi vitimado após emboscada no exercício do dever…
    Deus proteja o Dr. Líbio!” (postagem Sena)
    É isso mesmo que Sena postou ADEPOL/PA, as medidas de segurança tem que ser logo.

Deixe uma resposta