Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Parauapebas sai na frente e agentes do DMTT já usam o Talonário Eletrônico

Outra novidade no trânsito é que o DMTT passa a fiscalizar também a PA-160 e a PA-275, a partir de convênio assinado hoje com o Detran
Continua depois da publicidade

Conforme havia antecipado o Blog, ocorreu na manhã desta sexta-feira (9), no Centro Administrativo da Prefeitura de Parauapebas, a entrega dos Talonários Eletrônicos aos agentes do DMTT (Departamento Municipal de Trânsito e Transporte). Os smartphones K10, carregados com aplicativo desenvolvido para substituir os talonários de papel, são dotados também de câmera que envia imagem do veículo abordado para a base de dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), tornando possível ao agente saber instantaneamente se o carro é clonado, roubado ou tem alguma outra restrição imposta pela Justiça.

O equipamento, segundo Glauber Mota, diretor do DMTT, é homologado pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) e já é utilizado em 2 mil dos 5.570 municípios do País. No Pará, o município de Parauapebas sai na frente, pois nem em Belém os agentes de trânsito utilizam ferramenta semelhante.

Ele explicou que com o smartphone e o software, o agente não vai mais correr o risco de cometer erros ou impropriedades no preenchimento do Auto de Infração, eliminando a possibilidade de recursos alegando esse motivo.

Além disso, o equipamento contém o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), na íntegra, assim como as últimas resoluções do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), dando assim mais segurança jurídica ao trabalho dos agentes.

Para o agente Francisco Martins Souza, o uso do Talonário Eletrônico vai evitar que, no ato do preenchimento do Auto de Infração sejam cometidos alguns erros, como ocorria antes. “O sistema é bom e facilita muito a dinâmica do nosso trabalho”, avaliou Martins.

Convênio com o Detran

Na oportunidade, aconteceu também a assinatura de convênio com o Detran, possibilitando que, de agora em diante, os agentes do DMTT tenham autorização para fazer fiscalização em vias cuja competência era exclusiva do Estado, como a PA-160 e a PA-275.

Para o prefeito Darci Lermen, que participou do ato ao lado do secretário municipal de Segurança Institucional, Wanterlor Bandeira, a ampliação do raio de atuação do DMTT dará “um resultado extraordinário para o povo de Parauapebas”.

Sobre os Talonários Eletrônicos, Lermen disse que é muito importante que os agentes estejam equipados e preparados para trabalhar, principalmente, com mais transparência e que isso “se torne uma coisa natural para a cidade”.

Deixe uma resposta