Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Saúde

Pastoral da AIDS inicia jornada de palestras de prevenção à AIDS na Carceragem do Rio Verde, em Parauapebas

Esta manhã uma equipe de voluntárias apresentou aos internos as formas de prevenção e tratamento das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e do vírus HIV.

Os detentos estavam atentos as explicações repassadas pela equipe de voluntárias da Pastoral da AIDS – Diocese de Marabá, que esteve durante esta quarta-feira (29), na Carceragem do Rio Verde, em Parauapebas. Na apresentação, foram pontuados os cuidados e a higiene que todos precisam ter para evitar as DST’s e AIDS, a importância de fazer o teste rápido e tratamento das doenças, que podem ser feitos na rede pública de saúde.

“É importante que você se examine na hora do banho. Cuidados simples de higiene e limpeza são essenciais para que a gente fique livre desse tipo de doença”, frisou a coordenadora da Pastoral da AIDS, Ana Lúcia de Sousa Silva, que ministrou uma das palestras.

Na oportunidade, a coordenadora da Pastoral da AIDS ainda mostrou os índices de pessoas que vivem com HIV no município e em cidades vizinhas. De acordo com dados colhidos no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) foram registrados 131 casos da doença, sendo que deste número 48 são de outros municípios. Em 2016, ocorreram 18 óbitos em consequência da doença. Este ano foram registradas sete mortes até o momento.

“Tem uma importância incrível estar aqui, pois eles também estão vulneráveis. Entendemos que temos que fazer o trabalho de prevenção”, explicou Ana Lúcia, destacando que, tanto a instituição, quanto o diretor da carceragem, viam a necessidade desde tipo de trabalho com os internos.

“É uma parceria extremamente necessária, porque qualquer pessoa está vulnerável à doença, caso não tenha os cuidados necessários. O objetivo do Sistema Penal não é só a ressocialização, mas, também, desenvolver formas para que os internos adquiram conhecimento, para que eles levem as informações aos outros detentos e seus familiares”, relatou o diretor da carceragem do Rio Verde, Murilo Sousa.

Cerca de 80 internos serão atendidos com as palestras até esta quinta-feira (30). Segundo o diretor da carceragem, atualmente o sistema abriga 161 detentos.

Jordana de palestras nas comunidades

Além do sistema prisional, a jornada de palestras também ocorrerá em empresas, escolas e paróquias de Parauapebas, já que o movimento, denominado pela coordenação de Dezembro Vermelho, é em alusão ao Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, 1º de dezembro.

Segundo Ana Lúcia, são apenas 15 voluntários fazendo o trabalho de prevenção, que tem como foco principal a preservação da vida.  “Nos preocupamos com o número de pessoas com HIV. Existem jovens que adquiriam o vírus na primeira relação sexual. Todos estão vulneráveis, por isso a importância do teste. Costumamos dizer que é uma gota pela vida, pois quanto mais rápido o diagnóstico, mais rápido será o tratamento, que é eficaz”, alertou.

Os testes podem ser feitos gratuitamente no Centro de Testagem e Aconselhamento – CTA -, na Rua P (entre as ruas 11 e 14), no Bairro União, das 8 às 11h e das 14h às 17h, de segunda a quinta-feira. É necessário que a pessoa compareça nos horários indicados com um documento com foto e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). Mais informações podem ser obtidas no (94) 3346-8538.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!