Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Boi

Pecuária: reposição segue parada no Pará

Estiagem antecipada foi um dos fatores que acarretaram nesse cenário.

As seguidas recuperações nas cotações da arroba do boi no estado, viabilizadas pela baixa disponibilidade de animais terminados, não foram suficientes para aumentar o ímpeto dos compradores de animais de reposição no Pará.

Outro fator que colabora com o compasso lento das negociações no Estado é o clima. A estiagem no Pará chegou mais cedo que o previsto e não há probabilidades de chuva para os próximos três meses. Por essa razão os pastos estão com fraca capacidade de suporte e em curto prazo não há perspectiva de melhora para esse cenário.

No balanço anual, em média, o preço de todas as categorias de reposição recuou 7%, frente a 4,2% de queda para o boi gordo. Esse cenário melhorou a relação de troca.

Em agosto do ano passado, por exemplo, comprava-se 1,8 bezerros de 7,5@ com o preço de venda de um boi gordo de 16,5@, atualmente compra-se 1,9. Melhora de 4,5% no poder de compra do pecuarista.

A expectativa é que os ajustes positivos no mercado do boi gordo movimentem o mercado de reposição, entretanto a condição climática do estado demanda cuidado nas negociações.

Deixe uma resposta