Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Mineração

Pessoas ligadas à Fetraf tentam invadir Fazenda Montanha, da Vale, em Parauapebas

Seguranças da mineradora agiram rápido e impediram a invasão

No último domingo, 25/6, cerca de 25 pessoas, que se identificaram como ligadas à Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (Fetraf) tentaram, novamente, invadir a Fazenda Montanha pertencente à Vale, em Parauapebas, construindo no local um barracão com madeiras cortadas do interior da própria área. A fazenda fica próxima ao viaduto que corta a PA-275, na entrada da cidade.

Houve imediata atuação por parte da equipe de segurança da empresa, que conseguiu impedir a continuidade da invasão do imóvel, sem qualquer incidente.

Em nota, a Vale reforçou que invasão de imóveis é crime. A empresa já adotou as medidas judiciais cabíveis para responsabilização dos líderes e demais invasores. A Polícia Militar foi acionada e foi registrado Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia Civil do município.

Esta é a segunda tentativa de invadir a Fazenda Montanha e ações como essas têm preocupado a empresa e os proprietários rurais da região, pois é notório que existe um esquema de agenciamentos de invasões que vem dando lucro para poucos, e que deve ser investigado pelas autoridades. Investidos de lideranças, eles organizam invasões anunciando que as terras invadidas seriam devolutas ou não estariam com a documentação correta junto aos órgãos fiscalizadores e que estariam aptas à Reforma Agrária, mas cobram e recebem valores para cadastrar os “futuros assentados”, caracterizando o crime.

Um pedacinho de terra para plantar é, sem dúvida, o sonho de muitos, todavia, não é pagando à pessoas inescrupulosas uma taxa para se cadastrar que esse sonho se tornará realidade. Existe uma forma correta de se cadastrar para receber um terreno da Reforma Agrária e não há a necessidade de pagar para se cadastrar.

Comentários ( 3 )

  1. Boa tarde, favor entre em contato conosco. A FETRAF não estar ocupando e muito menos autorizando famílias ocuparem essa área. Favor contactar a direção para que essa informação seja corrigida.

  2. Bando de vagabundos, “Um pedacinho de terra para plantar” garanto que se alguém fora nessas invaçoes, aposto minha vida como nao acharam se quer um pé de mandioca plantado, ou qualquer planta frutífera, sao um bando de grileiros que estao interesados em invadir e vender as mesma, pouquíssimas sao as pessoas que precisam! istos mais um câncer que a cada mata mais o Brasil.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!