Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Fraude

Polícia Federal prende acusados de fraude contra o Seguro Defeso em Nova Ipixuna e Itupiranga

Durante 10 anos pessoas que não eram pescadores receberam o benefício, causando um prejuízo de R$ 10 milhões

Por Eleutério Gomes – De Marabá

A Polícia Federal (PF) prendeu na manhã desta quinta-feira (16), em Nova Ipixuna e Itupiranga, três pessoas acusadas de fazerem parte de um esquema de fraude contra o Seguro-Defeso – o Seguro-Desemprego do pescador na época da piracema, de novembro a fevereiro. Elas teriam viabilizado o pagamento de parcelas do benefício a falsos pescadores. De acordo com a PF, o prejuízo aos cofres públicos, ao longo de quase 10 anos de atividade dos criminosos, chega aos R$ 10 milhões.

Os crimes tiveram como base a sede da Associação de Pescadores da Colônia Z-58, em Nova Ipixuna, mas a fraude, que consistia em associar à entidade pessoas que nunca se dedicaram à pesca, se estendia a várias regiões próximas daquela cidade, a Itupiranga e a outras localidades, ainda sob investigação. Os nomes dos presos não foram divulgados.

Quatro equipes compostas por 20 policiais federais cumpriram três mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão. Além da Associação de Pescadores da Colônia Z-58, a PF esteve na residência de alguma lideranças de pescadores em Nova Ipixuna e Itupiranga.

Um dos alvos da operação já havia sido denunciado por outras fraudes no passado e preso por coagir testemunhas do crime durante ação na Justiça Federal. De pescador, o alvo virou empresário e vereador. Se condenados pelos crimes, os suspeitos podem pegar pena de reclusão de até 15 anos.

O blog tentou ouvir, por telefone, o presidente da Colônia de Pesca Z-58, mas, após várias tentativas e ligações para diversas pessoas de Nova Ipixuna, não conseguiu localizá-lo.  (Com informações da Polícia Federal)

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!