Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Policia

Polícia: Latrocínio, prisão de assaltantes e agressão foram registrados nesta quinta

Em Eldorado, vendedor de lanches foi morto por assaltantes; em Curionópolis, dupla que atacou van foi em cana; e. em Parauapebas, patrão espancou empegado que se diz explorado

Na madrugada desta quinta-feira (29), um jovem identificado como Bruno Martins foi vítima de latrocínio – roubo seguido de morte – em Eldorado do Carajás. Ele vendia lanches na rua e, após encerrar o expediente, deixou a esposa em casa e voltou para jogar sinuca em um bar. Por volta de 1h, estava voltando para casa, mas, ao chegar na Rua Guajará, em frente a um espetinho, no Km 100, foi atacado por dois desconhecidos, que o mataram a facadas levando a motocicleta em que ele estava.

Em Parauapebas, Ramon Ranieres Barros Silveira, 24, panificador, registrou Boletim de Ocorrência na Polícia Civil, comunicando que foi agredido fisicamente por um dono de panificadora identificado como Ari, que, inclusive, segundo o queixoso, teria tentado mata-lo por estrangulamento.

O motivo, segundo Ramon, foi ele ter abandonado o emprego na padaria de Ari, por não estar recebendo o que lhe foi prometido e ser obrigado a trabalhar mais de oito horas por dia, inclusive aos domingos, sem receber horas extras.

Veja também:  Mulher esfaqueia homem após ele não entregar bicicleta

Em Curionópolis, o sargento Vanio Alex Mesquita, da Polícia Militar, na companhia do soldado Gomes, prendeu os irmãos Magno Tiel Lima da Silva e Samuel Lima da Silva, ambos acusados de terem assaltado uma van de transporte de passageiros em Eldorado, na quarta-feira (28). Com eles foram encontrados dois celulares, arma de fogo cano serrado por fora, munições de fabricação caseira.

Ao perceberem a aproximação do veículo policial eles tentaram fugir, mas acabaram presos. Segundo o sargento, a aparência física dos irmãos confere com as caraterísticas informadas pelas vítimas do assalto. A PM chegou aos acusados por meio de denúncia anônima.

Reportagens: Ronaldo Modesto

Deixe uma resposta