Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Por Dilma, Reitor da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará – Unifesspa – vai apresentar amanhã sua carta de renúncia ao Conselho Superior

Durante reunião da Coordenação da Administração Superior da Unifesspa (CAS), realizada na tarde desta segunda-feira (16), o reitor pro tempore, Maurílio Monteiro, anunciou que vai renunciar ao cargo que ocupa desde 2013, por designação da presidente democraticamente eleita.

O motivo foi a aprovação da instauração de processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, no Senado Federal e o atual cenário de incertezas e dúvidas percebido pelo gestor sobre o futuro da educação superior no país.

“A destituição, sem base legal, da Presidenta longe de resolver a crise institucional, política e econômica, aprofunda-a e, concomitantemente, abre profundas dúvidas sobre o futuro do Brasil, e, sobretudo, incertezas em relação à consolidação e ao destino da Unifesspa. Contexto político e institucional que me conduziu a convocar reunião extraordinária do Conselho Superior da Instituição, na qual apresentarei a renúncia ao cargo de Reitor pro tempore da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará”, afirmou.

Para comunicar oficialmente a decisão, foi convocada uma reunião extraordinária do Conselho Universitário (Consun), que será realizada na próxima quarta-feira (18), às 15h, no Mini Auditório do PDTSA, localizado na Unidade III, do Campus de Marabá.  Durante a reunião, será feita a entrega da Carta de Renúncia pelo reitor e discutidos os desdobramentos da decisão.

“A vacância do cargo, nos termos da legislação em vigor, confere a este Conselho Universitário a prerrogativa de organizar o processo eleitoral visando compor a lista com os nomes a serem indicados pela comunidade Universitária para ocuparem os cargos de Reitor e de Vice-Reitor”, ressaltou o reitor.

Fonte: Unifesspa

Comentários ( 12 )

  1. Já vai tarde,os outros que fazem parte do projeto criminoso de ideologização da educação,tomem de exemplo e sigam o mesmo caminho,o projeto ruiu.que volte a educação livre, sem a esquerdopatia secundarista preconizada pela maioria do corpo docente do ensino “superior”.
    vá embora, caia no ostracismo,mesmo caminho do mestre da falcatrua molusco da silva.

      1. Furneco tu é uma comédia,onde nós chegamos hein?não acho que esses corruptos mencionados por ti sejam os melhores para tirar o país do buraco que o PT nos meteu,mas é o que temos pra hoje.
        Apoiar o PT,só se for por incapacidade de raciocínio,interesse próprio,burrice ou tudo isso junto.

  2. A “renúncia” do professor Maurilio ao cargo de reitor pro-tempore(provisório) da UNIFESSPA passa muito longe de sua “indignação” pelo afastamento da presidente Dilma.
    Com a iminente desincompatibilização do atual reitor da UFPA, Carlos Maneschy, que deve ser candidato à prefeitura de belém,o Professor Maurilio, com o apoio de sua ex-cunhada Ana Julia Carepa, deverá ser o candidato do PT a reitoria da UFPA.Aí ele passaria de reitor provisório a reitor definitivo.

  3. Assim fica bom,enfia a viola no saco e vai tocar em outra freguesia.
    O Brasil tem jeito!!!vai dá trabalho,mas a desPTização será feita..
    Vai de retro satanás.

  4. O trabalho é o que leva o homem ao seu sonho,pregar comunismo é ladainha de uma marginália esquerdopata movida por sede de poder,solidarizar com petista é apoiar um projeto criminoso.
    Esse discurso não cola mais,já deu o que tinha que dá,esse sub do sub não fará a menor falta.

  5. O trabalho é o que leva o homem ao seu sonho,pregar comunismo é ladainha de uma marginália esquerdopata movida por sede de poder,solidarizar com petista é apoiar um projeto criminoso.
    Esse discurso não cola mais,já deu o que tinha que dá,esse sub do sub não fará a menor falta.

  6. Já vai tarde..e vai por interesse político, mentiroso como toda a corja do PT,é esse tipo de câncer de discurso político partidário dentro de instituições de ensino público que tem que ser extirpado…Comunistas falidos e enxotados pelo povo brasileiro, vai pregar suas ideologias pra suas quengas….

  7. O PT NO PODER, SEGUNDO JEAN CARLOS DIAS

    O advogado Jean Carlos Dias é professor de Direito no Cesupa e possui, entre outros, trabalhos revelantes sobre a aplicação do Direito nas questões ambientais. Em sua mais recente obra, ao lado de outros juristas paraenses de renome, ele também faz interpretações sobre o novo Código de Processo Civil.

    É da lavra de Jean Carlos Dias, porém, um interessante resumo do resumo sobre os 13 anos de governo do PT no país. Trata-se de uma abordagem precisa e certeira sobre um partido que, na oposição, pregava a ética, a moralidade, dava lições de como deve conduzir-se um gestor público, além de detonar malfeitos e corrupção de partidos adversários no poder.

    Mas bastou chegar ao poder para imediatamente rasgar suas bandeiras, enterrá-las em cova profunda, e produzir o mais desastrado e corrupto projeto de governo da história brasileira, felizmente paralisado com o impeachment de Dilma Rousseff.

    Veja o resumo de tudo isso, na visão de Jean Carlos Dias:

    1. Esqueça o Estado de Direito. 2. Governe para a ideologia do seu partido. 3. Gere um déficit de 150 bi que o povo vai ter que pagar. 4. Subverta o processo eleitoral por meio de fraude fiscal e doações fraudulentas de campanha. 5. oriente a diplomacia para uma ideologia primitiva e apoie ditadores. 6. desestimule o valor do trabalho, da responsabilidade pessoal e do mérito. 7. seja autoritário, intolerante e esqueça a autocrítica. 8. Aparelhe a Administração Pública até que ela seja sufocada pela incompetência e inoperância. 9. Demonize a produção, inovação, criatividade e empreendedorismo. 10. Permita que seus companheiros enriqueçam à base de corrupção. 11. Tente controlar as instituições para que você seja intocável. (blog ver-o-fato)

Deixe uma resposta