Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Tucuruí

Prefeito cassado de Tucuruí, Arthur Brito está a um passo de voltar à prefeitura

Decisão do desembargador Luiz Gonzaga da Costa Neto o livrou de todas as sentenças de afastamento do cargo. Agora, ele trabalha para anular a sessão da CMT que lhe cassou o mandato

O prefeito cassado de Tucuruí, Arthur de Jesus Brito, está a um passo de voltar a ocupar a cadeira de gestor municipal e seguir governando o município. Ele está fora do cargo desde 13 de novembro de 2017, acusado de improbidade administrativa e de envolvimento na execução do prefeito Jones Williams Galvão, em 25 de julho do ano passado. Após uma guerra de recursos e idas e vindas à Justiça, nesta terça-feira (24), o desembargador Luiz Gonzaga da Costa Neto, da 2ª Turma de Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado, derrubou todas as decisões que afastavam Brito do cargo.

Determinou sua imediata reintegração ao Executivo Municipal assim como o retorno dos servidores Florivaldo Vieira Martins e Wilson Wischansky, respectivamente secretário de Obras e chefe de Gabinete de Brito, que também haviam sido afastados.

Entretanto, ainda há um único impedimento para que o retorno aconteça. Arthur Brito tem de derrubar o Decreto Legislativo que cassou o mandato dele no dia 19 de março, tendo o TER-PA (Tribunal Regional Eleitoral do Pará) já marcado novas eleições para o dia 3 de junho deste ano.

Em sua decisão o desembargador Luiz Gonzaga considera que não há provas que deem sustentação ao afastamento de Brito. O ainda ex-prefeito afirma, em áudio vazado na Internet, que os advogados dele estão trabalhando incansavelmente em Brasília (DF) nos tribunais superiores para anular a sessão da Câmara Municipal de Tucuruí na qual foi decidida a cassação do mandato.

Deixe uma resposta