Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Educação

Pro Paz Enem chega ao sul do Pará

Mais de mil alunos assistiram ao conteúdo do Pro Paz Enem nos municípios de Marabá e Parauapebas, no sudeste paraense.

O primeiro final de semana de agosto começou com uma série de aulões em diversos municípios do Estado. No total, mais de mil alunos assistiram ao conteúdo do Pro Paz Enem nos municípios de Marabá e Parauapebas, no sudeste paraense, e no distrito de Outeiro, na região metropolitana de Belém. Em Marabá, o aulão, que contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Marabá, foi realizado no sábado e domingo (5 e 6) e teve a presença de mais de 600 alunos por dia, lotando o auditório da Faculdade Metropolitana.

Os aulões do Pro Paz Enem são realizados sempre aos finais de semana na capital (em datas específicas) e no interior do Estado e abordam os principais temas cobrados no exame, deixando os estudantes mais atualizados e preparados para as provas. Este ano, o projeto iniciou no mês de junho e percorrerá 13 municípios do Estado. Além das aulas presenciais, o Pro Paz Enem oferecerá, a partir de setembro, um programa semanal que será exibido pela TV Cultura. As provas do Enem serão realizadas nos dias 5 e 12 de novembro.

Ana Lindiner, 17 anos, aluna do terceiro ano em Marabá conta que assistiu a primeira aula do Pro Paz em 2015 e foi uma das primeiras alunas a se inscrever este ano.  “Vim pro primeiro aulão em 2015 e me apaixonei pelas aulas, fiquei muito feliz quando soube que este ano teríamos aulas de novo e convidei todo mundo na minha sala para participar também. A interatividade, o incentivo e a maneira com que a aula é dada aqui é muito legal, faz a gente ficar com mais vontade de estudar. Tenho certeza que acompanhar o Pro Paz Enem vai me ajudar muito a ser aprovada na Universidade”, afirmou.

A Secretária Extraordinária de Municípios Sustentáveis, Izabela Jatene, participou do aulão e enfatizou a ampliação da Universidade do Estado (Uepa) no município, que agora ofertará ainda mais cursos para os estudantes. “Para nós é um enorme orgulho poder estar junto com a prefeitura ofertando esta estrutura do Pro Paz Enem aqui no município. O Pro Paz Enem só acontece porque os alunos acreditam no projeto e acreditam que ele vai auxiliar nesta entrada na universidade e participam. Marabá irá ganhar uma UEPA ampliada, com novos cursos como medicina e e é para estes alunos que o Governo do Estado está construindo esta universidade. Vou ficar muito feliz em saber que muitos médicos sairão aqui do aulão para executar sua profissão aqui, na sua região, no nosso Estado”, afirmou

Com a sua terceira edição em 2017, o Pro Paz Enem é uma iniciativa do Governo do Pará, executada por meio da Fundação Pro Paz e a Secretaria Estado de Educação (Seduc) com o apoio da Secretaria de Comunicação (Secom) e Secretaria Extraordinária de Municípios Sustentáveis (Semsu) que tem como objetivo preparar estudantes para a prova do Enem por aulões sobre os principais temas do conteúdo programático do exame, na capital e em municípios do interior. Em dois anos de projeto, mais de 23 mil alunos já participaram das aulas, dos quais aproximadamente 2 mil ingressaram nas universidades Federal do Pará (UFPA) e do Estado do Pará (UEPA), sem mencionar o acesso em entidades particulares de ensino.

 “É a primeira vez que vim para a aula do Pro Paz Enem e fiquei muito satisfeito com a aula. Os professores trabalham de maneira tão interativa que a gente nem lembra que é final de semana. Venho com certeza nas próximas aulas”, afirmou Wendell Lisboa, 17 anos, também aluno de Marabá.

“Este final de semana de aulas do Pro Paz Enem para nós foi de muito trabalho e recompensa com a chegada do projeto ao sul do Pará sendo recebido com tanta alegria pela população, que lotou os auditórios. É muito bom saber que estamos respondendo às demandas dos jovens paraenses que querem uma oportunidade de crescer, estudar, entrar na universidade e escrever sua história. Com ajuda de nossos parceiros queremos estender o projeto cada vez mais”, afirmou o Presidente da Fundação Pro Paz, Jorge Bittencourt. (Ascom Pro Paz)

Deixe uma resposta