Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Rapaz de 18 anos é acusado de espancamento seguido de estupro

A vítima compareceu à 20ª Seccional com o corpo coberto de hematomas e sem as roupas íntimas, que teriam sido rasgadas pelo suspeito
Continua depois da publicidade

Mais um caso de estupro se registrou em Parauapebas. Desta feita na Vila Palmares II, quando Carlos Batista Soeiro Souza Filho, 18 anos, segundo a Polícia Civil, espancou e estuprou uma mulher de 28 anos, cuja identidade está sendo mantida em sigilo para resguardar a imagem da vítima. De acordo com o delegado José Euclides Aquino, da 20ª Seccional de Polícia Civil, a violência se deu na madrugada de domingo (27), por volta das 2 horas. A mulher, segundo ele, chegou à delegacia repleta de hematomas, denunciando o estupro e, inclusive, como ela própria relatou, sem as roupas íntimas, que teriam disso rasgadas pelo acusado.

Carlos nega tudo e conta uma história diferente. Segundo ele, estava bebendo com um amigo quando convidaram a mulher para sair. Ela teria entrado no carro do amigo dele, mas, ao chegar à Praça de Eventos, disse que não queria mais seguir com eles e desceu do veículo.

“Depois disso eu fui para casa dormir, mas horas depois, fui surpreendido pela PM me trazendo preso”, relatou ele, que mora e trabalha como entregador de gás na Palmares II. Indagado se não chegou mesmo a manter relações forçadas com a mulher, não lembrando porque estaria embriagado, Carlos negou novamente, disse que bebeu, mas não ficou bêbado.

Veja também:  Dupla é presa por roubar caminhonete de reverendo, receptação e tráfico de drogas

Diferentemente do que relata o delegado Aquino, contando que ele chegou à DP “muito embriagado”, sem lembrar nada. Ambos, vítima e acusado, passaram por exame de corpo de delito e de conjunção carnal no Instituto Médico Local, cujo laudo vai dizer quem está falando a verdade. Por enquanto, o rapaz continua preso.

Deixe uma resposta