Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Esportes

Remo fica no empate sem gols diante do Santa Cruz e se complica na Série C

No final da partida os torcedores do Leão Azul vaiaram o time na saída para os vestiários

O Clube do Remo voltou a campo no Campeonato Brasileiro da Série C. Na tarde deste sábado (05), o Leão Azul recebeu o Santa Cruz e ficou no empate sem gols, em partida realizada no Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém. O resultado não foi bom para ambas às equipes que precisavam vencer para melhorar suas situações na tabela de classificação do Grupo A do Brasileirão da Série C. O jogo foi válido pela quarta rodada.

O resultado deixou a equipe remista em 7° lugar com quatro pontos, mas pode descer na tabela, dependendo de outros resultados. Em relação à Cobra Coral, a equipe segue no G4 em 4° lugar com seis pontos, assim como o adversário, pode perder posições no final desta rodada.

O Clube do Remo volta a campo diante do Botafogo-PB, no próximo domingo (13), às 19h, no Estádio Almeidão, em João Pessoa, na Paraíba.

O jogo: Leão Azul 0 x 0 Cobra Coral

Os dois times entraram em campo pressionados e precisando muito da vitória. O Clube do Remo chegou com muito perigo, quando Elielton ganhou jogada pelo alto e tocou pelo meio para o atacante Isac, que na hora do chute foi travado pelo zagueiro Danny Morais, a bola voltou para Leandro Brasília, que também foi travado. Outra vez o Leão Azul chegou, no escanteio cobrado por Everton, Isac tocou de cabeça e a bola passou perto da trave do goleiro Ricardo Ernesto.

O Santa Cruz chegou no chute de fora da área de Carlinhos Paraíba, a bola queimou no peito do goleiro Vinícius, que soltou e mandou para escanteio. Os azulinos tentavam pressionar e em outra jogada, Esquerdinha cruzou na área, Isac cabeceou e a bola bateu em Augusto Silva e voltou para o mesmo Isac, que finalizou e outra vez Augusto Silva se meteu no meio do caminho, travando o lance.

Só dava Leão. Felipe Marques recebeu pelo meio, limpou a jogada e disparou de fora da área, o goleiro Ricardo Ernesto rebateu nos pés do atacante Isac, que sozinho e quase na pequena área, conseguiu isolar. A torcida do Remo foi à loucura nas arquibancadas do Mangueirão. Em mais um ataque remista, Elielton cruzou na medida para o atacante Isac, que cabeceou para o fundo do gol, mas o assistente André Luiz Severo, do Paraná, viu impedimento no lance. As imagens de televisão mostraram ao contrário, que o último zagueiro da Cobra Coral, estava dando condições ao atacante do time paraense. Gol mal anulado pela arbitragem.

O jogador mais perigoso do time pernambucano era o meia Carlinhos Paraíba, que lançou bola em direção da área, a zaga azulina cortou mal e Charles mandou para o gol, explodindo em um defensor e na sobra, o mesmo Charles mandou um chute venenoso e a bola bateu na trave defendida por Vinícius. O Clube do Remo respondeu na mesma moeda, quando Felipe Marques driblou o marcador e cruzou na medida para Isac, que testou no travessão do goleiro Ricardo Ernesto

Veja também:  Isac marca de pênalti e Remo vence Globo-RN no Mangueirão pela Série C

Já no finalzinho da primeira etapa, o Santa Cruz voltou a atacar, depois que Henrique Ávila cruzou na área, Robert escorou para o toque de cabeça de Eduardo Brito, a bola passou por cima da meta azulina. E o movimentado primeiro tempo terminou sem gols. Na etapa final, o futebol das duas equipes caiu consideravelmente, e poucas chances foram criadas no início. A Cobra Coral perdeu um gol feito, quando Henrique Ávila cruzou para Robinho, que recebeu livre na direita, o atacante cruzou na área para Robert, mas o volante Dudu de maneira providencial fez o corte e salvou a pátria remista. O curioso no lance, é que arbitragem deu só tiro de meta em favor do Remo.

O time do Santa Cruz começava a se encontrar em campo. O volante Charles rolou a bola para o atacante Robinho, que driblou a marcação e cruzou, a zaga do Leão afastou na hora “h” o perigo que rondava. Outra vez a Cobra Coral chegou perigando, depois que Henrique Ávila cruzou da esquerda e meio que sem querer, o atacante Fabinho Alves desviou de cabeça, e o goleiro Vinícius foi buscar a bola no cantinho, mandando para escanteio.

Em uma cochilada da zaga remista, o meia Henrique Ávila recebeu na esquerda e entrou livre para abrir o placar, mas o chute saiu em cima do goleiro Vinícius. O jogador do Santa Cruz tinha várias opções de passe. O Remo respondeu com o volante Dudu, que recebeu a bola no meio, arrumou e mandou um chutaço, a bola passou tirando a tinta da trave do goleiro Ricardo Ernesto. A torcida do Leão Azul chegou a gritar gol.

A última chance de marcar foi do time paraense. Adenilson cobrou falta no meio da área para a cabeçada do atacante Isac, a bola passou perto assustando os pernambucanos. Placar final: Remo 0 x 0 Santa Cruz. Os torcedores do Leão Azul vaiaram o time nas saída para os vestiários. Com o empate, o Leão segue com uma campanha muito abaixo das expectativas na competição nacional. Até agora foram quatro jogos, sendo uma vitória, um empate e duas derrotas. O time azulino marcou apenas um gol até agora.

FICHA TÉCNICA

REMO: Vinícius; Levy, Moisés, Mimica (Martony) e Esquerdinha; Dudu, Leandro Brasília e Everton (Adenilson); Elielton, Felipe Marques (Jayme) e Isac. Técnico: Givanildo de Oliveira

SANTA CRUZ: Ricardo Ernesto; Vitor, Danny Morais, Augusto Silva e Eduardo Brito; Charles (Luiz Otávio), Carlinhos Paraíba e Henrique Ávila; Robinho, Fabinho Alves (Arthur Rezende) e Robert (Halef Pitbull). Técnico: PC Gusmão

Árbitro: José Mendonça da Silva Júnior – PR (CBF)

Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva – PR (CBF) e André Luiz Severo – PR (CBF)

Quarto-árbitro: Joelson Nazareno Ferreira Cardoso – PA (CBF)

Cartões amarelos: Adenilson (Remo); Eduardo Brito (Santa Cruz)

Local: Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém

Por Fábio Relvas
Foto: Fábio Will / Ascom Remo

Deixe uma resposta