Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Sexta-feira 13 deu certo para dupla de assaltantes: foram presos pela PM

Eles roubaram uma moto, mas não tiveram sorte. Acabaram na cadeia

Graças à coragem de um mototaxista, cujo nome não foi revelado, a Polícia Militar prendeu ontem, sexta-feira (13), por volta das 20h, Eliseu Soares da Silva e Odson Gil Lima Rodrigues. Duas horas antes, na esquina das Ruas São Jorge e Daniela Perez, no Bairro Guanabara, eles roubaram a moto Honda Bros, preta, placa OFK-6900, que era pilotada por seu proprietário, Raimundo Lopes da Silva. Com a dupla foi encontrado um revólver calibre 38 usado no assalto. Também foi presa Maria de Fátima Lima Macena, tia de Odson, que estava na casa em que ele e o comparsa foram capturados.

Raimundo conta que havia saído para comprar milho e, na volta, ao trafegar pela Rua São Jorge, viu um vizinho dele e parou para dar carona. Foi quando outra moto encostou do lado e o homem da garupa, depois identificado como Eliseu (de camisa branca na foto), mandou que ele entregasse a moto. “No momento eu até pensei que era brincadeira e cheguei a conversar com os caras, mas o que estava armado disse, ‘desce, desce, desce’ e eu desci”, conta o dono da moto.

Veja também:  População revoltada espanca assaltantes em Redenção

Segundo Raimundo, após ele ter entregado o veículo, Eliseu montou na moto e os dois seguiram para rumo ignorado. O que eles não sabiam é que seriam seguidos. “Um sobrinho meu, que é mototaxista e filho de uma prima minha, assistiu a tudo e, quando virei de frente, sob a mira da arma, ele me reconheceu. E, assim que os bandidos saíram, seguimos os dois”, conta ele.

Ao chegarem ao Bairro dos Minérios, a dupla de assaltantes entrou em uma casa da Rua 26, sendo o tempo todo observada por Raimundo e o sobrinho, que ligaram para a Polícia Militar, pedindo ajuda.

Após algum tempo, a guarnição formada pelos sargentos F. Menezes e Erivaldo e pelo cabo Gama, entrou na casa e efetuou as prisões, recuperando a moto roubada. Segundo o sargento F. Menezes, ambos são reincidentes no crime: Eliseu já esteve preso em Marabá durante quatro anos, por roubo; e Odson já cumpriu em Parauapebas, por roubo e tráfico. “Quanto a Maria de Fátima, a situação dela será decidida pelo delegado: se a indicia como testemunha ou a acusa por associação criminosa”, disse o policial militar à Reportagem do Blog.

Reportagem: Ronaldo Modesto

Deixe uma resposta