Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Esporte

Time de atletas surdos de Parauapebas volta às atividades

Os surdos precisam ser unidos e o esporte é um meio para isso”, destacou Everton Carpegiane Negreiros Oliveira, da equipe de Parauapebas.

Os atletas que participam do time da Associação de Surdos de Parauapebas (ASURP) retomaram as atividades esportivas e participaram da IV Copa da Futsal de Surdos, realizada nos dias 12 e 13 de maio, em Belém. O evento teve como principal objetivo a inclusão social por meio do esporte, dando oportunidade de todos participarem de atividades esportivas, independentemente de suas limitações.

“Fico muito feliz em ver o time reviver das cinzas. Esse foi o primeiro desafio. Agora é treinar para novos torneios que vamos participar. Agradecemos especialmente a Cocavump e ao Jorge Guerreiro, que apoiam o time de surdos da ASURP”, destacou o capitão do time, Edvaldo Ribeiro de Oliveira.

A ASURP tem uma história de 11 anos em Parauapebas. Além de atuar no desenvolvimento de atividades esportivas para seus associados, a entidade promove ações sociais e luta constantemente pela criação e garantia dos direitos dos surdos de Parauapebas, cidade que conta com mais de 400 pessoas com deficiência auditiva, conforme a associação.

IV Copa de Futsal de Surdos

O campeonato que foi realizado no ginásio do Clube Cassazum e contou com a participação de 150 atletas com deficiência auditiva. Foi promovido pela Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel). Onze equipes participaram do torneio, cada uma com 14 jogadores. Destas, sete são da capital paraense, três do interior do Estado e uma de Manaus (AM).

A Copa de Futsal para Surdos integra o Programa de Esportes sem Barreiras desenvolvido pela Secretaria desde 2013. O objetivo é proporcionar a inclusão por meio do esporte.

A primeira colocação ficou com o time de Mãe do Rio, que percorreu cerca de 200 quilômetros para participar da Copa. “Estou muito feliz pelo título, pois viemos de longe para competir e sabemos que aqui todas as equipes são muito bem preparadas”, disse o capitão do time, Nerisvam Oliveira, ao receber o troféu.

Também foram premiados o artilheiro da competição, Maldson Souza, com oito gols; e o goleiro menos vazado, Jaerson Andrade. Ambos são do time de Mãe do Rio. Todos receberam os aplausos das torcidas que lotaram as arquibancadas. O time de Parauapebas não alcançou a classificação, mesmo assim a participação no evento foi muito importante para os atletas pois marcou a retomada das atividades.

“Muito feliz em representar Parauapebas na Copa Paraense de Futsal de Surdos. Nós, da ASURP, já ganhamos esse torneio no passado, mas por falta de apoio o time parou. Agora começamos a treinar novamente e fomos ao primeiro desafio. Não ganhamos mas foi muito bom ver times de surdos de várias cidades e fazer novas amizades. Os surdos precisam ser unidos e o esporte é um meio para isso”, destacou Everton Carpegiane Negreiros Oliveira.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!