Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Justiça

Tribunal do Júri que julga os três Guardas Municipais de Parauapebas acusados de assassinato está acontecendo hoje em Goianésia

Os GMs de Parauapebas foram presos em flagrante pela Polícia Militar de Goianésia logo após o assassinato

Estão sentados hoje (13) no banco dos réus do Tribunal do Júri da Comarca de Goianésia, no Pará, Giego Lúcio Santos de Oliveira, Raimundo dos Santos Matos e Raimundo Nonato Garcia  Araújo. Eles são concursados da Guarda Municipal de Parauapebas e acusados de assassinar Elzo Mendes de Souza, no município de Goianésia do Pará, distante 370 km de Parauapebas, em 04/11/2016.

O caso

Segundo a peça acusatória, por volta das 19h30, um veículo Prisma de cor preta, com o vidro dianteiro direito abaixado parou em frente à residência de João de Deus, Rua São Francisco, Vila Janari, Zona Rural de Goianésia do Pará, quando uma pessoa do interior do veículo perguntou a ele onde o vulgo “Pé de Gelo” morava, obtendo a resposta que Elzo Mendes de Souza (Pé de Gelo) morava na pensão da Baiana. A pessoa de dentro do veículo retrucou que “Pé de Gelo” estaria morando atualmente na Casa da Branca e seguiu nesta direção.  Logo em seguida foram ouvidos vários estampidos de disparos de arma de fogo. João de Deus e outras pessoas se dirigiram para o local dos fatos, e se depararam com Elzo Mendes de Souza morto, atingido por vários tiros na cabeça e no rosto.

Diante da notícia-crime, a Polícia Militar providenciou uma barreira na Vicinal Moram Madeira, quando, instantes após, por volta das 22 horas, um veículo Prisma cor preta foi abordado, no interior do qual estavam os três Guardas Municipais de Parauapebas, portando, indevidamente, pistolas e os demais equipamentos de trabalho. Eles foram presos e estão respondendo pelos crimes incursos nas penas dos artigos 121, §2º, III e IV do Código Penal Brasileiro, cumulado com o artigo 14, caput da Lei 10.826/00 e artigo 69 do CPB (fl. 207).

Preside o Tribunal do Júri o magistrado Lucas Quintanilha Furlan.

Comentários ( 3 )

  1. Muito cuidado ao dizer o nome de uma pessoa, ainda mais citando ela como principal testemunha, isso faz parecer que a condenação dos acusados dar-se-á em virtude do depoimento dela. Pelo o que eu sei ela foi convocada, porque outras pessoas disseram que ele teria visto.

  2. Nada vai fazer ele voltar mas independentemente da justiça dos homens quem fez isso escreveu não sua linha da vida um crime cruel horrivel , pois tiraram a vida daquele que um dia fez pessoas sorrirem uma pessoa que acreditava em um Deus que tudo pode .Plantaram e vão colher ! Nada do que fizeram ficará inpune Deus fará justiça .As lágrimas não voltaram o sangue derramado jamais voltará ao corpo, entregaremos nas mãos de Deus porque quem morreu não teve condições de se defender mais Deus sabe quem praticou e sabe como era aquele que morreu . As lembranças boas dele ficarão! E quem praticou será que seus pais mães mulheres e filhos tiveram orgulho ???? As lagrimas no Natal e ano novo da virada de 2016 da mãe desse que morreu geraram o sorriso da mãe de quem cometeu o crime .Na justiça infelizmente as vezes ainda vence quem tem mais grana pra se defender certo !! Mais que esse crime fique em suas vidas como as balas que ficaram na cabeça de Elzo Mendes de souza que a dor que ele sentiu invada o coração de quem cometeu para que lembrem o porquê dessa dor . E que sua mãe olhe e diga que filho bom como a mãe desse que tiraram a vida diz .Paz para as famílias !Acreditamos na justiça de Deus.

Deixe uma resposta