Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Economia

Turismo no Pará gera R$ 700 milhões e cresce 30% no internacional em 2016

Cerca de um milhão de turistas visitaram o estado do Pará em 2016

A Secretaria estadual de Turismo do Pará (Setur)  confirmou o crescimento de passageiros nos voos internacionais, operados no Aeroporto Internacional de Val-de-Cans. Segundo a Infraero, o incremento foi de cerca de 30% no movimento do número de passageiros internacionais em 2016, comparado ao ano anterior. Ainda em 2015, uma pesquisa feita em parceria pela Setur e Departamento Intersindical de Estudos e Estatísticas Socioeconômicos (Dieese-PA), registrou que cerca de um milhão de turistas visitaram o estado e injetaram na economia local R$ 700 milhões. Uma agenda tem sido implementada pela Setur em promoção e novas ações.

“O objetivo do governo estadual com essa agenda, sinergia e parcerias entre o público e privado, e muita articulação, é na direção de aumentar o fluxo e circulação de pessoas, turistas, e a consequente geração de receita para o Estado com emprego e renda, e em consequência melhor qualidade de vida também”, afirma o titular da Setur, Adenauer Góes.

A Setur consolidou em 2016 novas rotas turísticas. A “Rota Turística Belém-Bragança” é um desses exemplos,com 13 municípios do nordeste paraense inseridos no trajeto, onde o visitante pode conhecer a história, cultura, gastronomia e economia dessas localidades.Completam esse programa as negociações das futuras rotas turísticas, a “do Cacau”, no sudoeste do estado, na geografia dos municípios de Altamira, Vitória do Xingu, Medicilândia e Brasil Novo; e a do “Queijo do Marajó.

Passaporte – Nas articulações para ampliar negócios e divulgar o turismo, destaque para a parceria com o Banco do Estado do Pará (Banpará) por meio da criação do “Passaporte Pará”, programa que concede facilidades de crédito aos servidores que quiserem conhecer as atrações turísticas do interior do estado. O Passaporte oferece produtos e serviços aos turistas que desejarem comprar pacotes a preços acessíveis e parcelados, em até 10 vezes sem juros.

Prodetur – Está em fase final de viabilização, o Programa de Desenvolvimento do Turismo, (Prodetur), com um valor total de investimentos de US$ 44 milhões. O Prodetur vai se estender às regiões de Belém, Tapajós, oeste e Arquipélago do Marajó e sua verba será aplicada nas áreas de Produto Turístico, Comercialização, Fortalecimento Institucional, Infraestrutura e Serviços Básicos e Gestão Ambiental.

Outro programa estadual em desenvolvimento é o de “Qualificação do Turismo”, (PEQTur), que tem capacitado profissionais, empresários e gestores para o desenvolvimento do setor, e ofertou em 2016 mais de 30 cursos, atingindo a marca de mais de 3 mil pessoas qualificadas nos seis polos turísticos paraenses.

Seja o primeiro a escrever um comentário

  1. Infelizmente o governo ainda não despertou para o potencial turístico de nosso estado. Não existe investimento e nem política pública para tal. Acorda….. ainda dá tempo!!!!!

Deixe uma resposta