Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Mineração

Vale desembolsou mais de US$ 902,7 milhões no Pará no primeiro trimestre

O projeto S11D, da Vale, alcançou 95% de avanço físico consolidado de janeiro a março deste ano, sendo composto pela conclusão da mina e 91% de avanço na logística.
Continua depois da publicidade

A produção de minério de ferro da Vale chegou a 82 milhões de toneladas no primeiro trimestre desse ano. Neste mesmo período, os desembolsos (custeio mais investimento) da empresa no Estado foram de mais de US$ 902,7 milhões, divididos entre as áreas de minério de ferro, manganês, cobre e níquel, entre outros.

Os investimentos socioambientais da Vale no Pará somaram mais de US$ 20,4 milhões no primeiro trimestre deste ano. Deste montante, US$ 9,9 milhões foram de investimentos sociais. Já os investimentos ambientais ultrapassaram os US$ 10,4 milhões.

Produção

No Sistema Norte, que compreende os complexos das minas de Carajás e S11D, a produção do minério de ferro foi de 40,6 milhões de toneladas, recorde para um primeiro trimestre, devido ao ramp-up de S11D, que teve sua contribuição positiva parcialmente compensada pelo impacto negativo de chuvas mais fortes em fevereiro de 2018 do que em fevereiro de 2017 (aumento de 18% no índice pluviométrico). O mix de vendas da Vale melhorou substancialmente ano contra ano, também como como resultado do S11D e da decisão de reduzir progressivamente a produção de minério de menor qualidade.

A produção global da Vale em cobre foi de 93,3 mil toneladas. Deste total, Salobo, que tem mina localizada em Marabá, alcançou 43,7 mil toneladas nos três primeiros meses deste ano. Já a mina do Sossego, localizada em Canaã, produziu 22,5 mil toneladas no mesmo período deste ano.

Veja também:  Praça São Félix de Valois em Marabá se transforma em sala de cinema no sábado

A produção de minério de manganês da Mina do Azul, em Parauapebas, foi de 234 mil toneladas no primeiro trimestre deste ano.

A Estrada de Ferro Carajás (EFC) movimentou 43,4 milhões de toneladas de minério de ferro e carga geral no primeiro trimestre de 2018. O minério de ferro foi o principal produto transportado pela ferrovia, totalizando 42,5 milhões de toneladas no período. O trem de passageiros registrou 83.197 passageiros nos primeiros três meses de 2018.

S11D

O projeto S11D (incluindo mina, usina e logística associada – CLN S11D) alcançou 95% de avanço físico consolidado de janeiro a março deste ano, sendo composto pela conclusão da mina e 91% de avanço na logística.

A duplicação da Estrada de Ferro Carajás alcançou 85% de avanço físico, com 542 Km duplicados, e junto com o ramp-up bem-sucedido do projeto da mina e planta do S11D, o volume de produção do primeiro trimestre alcançou mais do que a metade do volume produzido em 2017.

Foto: Ricardo Teles

Deixe uma resposta