Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Canaã dos Carajás

Após arrombamento, usuários do BB de Canaã dos Carajás continuam prejudicados

Transações simples e essenciais só podem ser feitas em cidades vizinhas, informa um aviso fixado na porta da agência
Continua depois da publicidade

Marcos Rodrigues da Silva, que é fazendeiro em Canaã dos Carajás, já perdeu as contas das vezes que deu “com a cara na porta” ao se dirigir até a Agência 4153 do Banco do Brasil de Canaã dos Carajás. Ele precisa mensalmente efetuar o pagamento dos funcionários de sua propriedade rural. O problema é que há quase 40 dias, a agência está com os serviços de atendimento ao cliente limitado. Segundo uma funcionária, os terminais eletrônicos estão disponíveis apenas para transferências e consultas de saldos, o que não é suficiente para clientes como o Marcos.

“Eu precisava fazer um saque, e agora, como é que faz? Como pago meus funcionários? Aqui, quando você encontra um caixa que transfere ainda é bom, difícil é encontrar”, destacou o fazendeiro.

Um aviso fixado à porta de entrada da agência informa que não há previsão para o funcionamento de serviços em guichês de caixas. Os usuários estão sendo prejudicados desde o mês passado, após um arrombamento a três cofres da agência, ocorrido na madrugada do dia 10 de março. Na ocasião, um buraco feito no muro do prédio facilitou o acesso ao interior do Banco. A quantia levada ainda não foi divulgada.

Veja também:  Colisão entre caminhonete e ônibus e prisão de assaltante em Canaã dos Carajás

A respeito da previsão da normalização dos serviços, nossa equipe tentou entrar em contato com a Central de Atendimento do BB, no entanto, não obtive retorno até o fechamento  desta reportagem.

Enquanto transações simples e essenciais, como a realização de saques, depósitos e pagamentos, entre outros serviços, não estiverem disponíveis, os usuários estão sendo
orientados por funcionários a se dirigirem até as agências mais próximas, no caso, em Xinguara ou Parauapebas.

“A gente não tem esse tempo disponível, de ir até outras cidades pra resolver nossos problemas. A gente pergunta e eles [funcionários] não falam nada. Precisamos de uma
solução, e rápido”, desabafou Marcos.

Correios

O mesmo acontece na Agência dos Correios de Canaã dos Carajás, também alvo de assaltantes no início do mês. Ela está de portas fechadas para o público e até então não há previsão de reabertura. Na oportunidade, vários funcionários foram feitos reféns e passam por tratamento psicológico. Enquanto isso, a população de Canaã está sem os serviços.

Seja o primeiro a escrever um comentário

Deixe uma resposta