Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Conexão Rural estreia na Rede TV de Marabá neste domingo

O programa vai ao ar às 11 horas pela RedeTV, canal 38
Continua depois da publicidade

O programa Conexão Rural, que está no ar há mais de seis anos em Parauapebas, estreia neste domingo (6) às 11h na Rede TV (canal 38) de Marabá. O objetivo do programa é divulgar as notícias de interesse do homem do campo, a moda de viola, a música sertaneja, o forró pé de serra e a música regional.

“Estou muito contente por esta expansão da abrangência do Conexão Rural, agora em Marabá. Agradeço ao casal Félix e Valderez Miranda, diretores da Rede TV, canal 38,
por acreditar no meu trabalho e na minha proposta. Tenho certeza que teremos uma longa parceria e que, a exemplo de Parauapebas, o programa também será sucesso na
região de Marabá, onde o agronegócio e a agricultura familiar são muito fortes, além de contar com grandes cantores da música sertaneja e da MPB”, destacou o jornalista
Lima Rodrigues, produtor e apresentador do Conexão Rural.

Segundo o jornalista, a equipe do programa estará constantemente na região de Marabá produzindo matérias sobre as atividades dos produtores rurais do município, mas sem deixar de visitar também outras áreas do Sudeste do Pará, como vem fazendo há mais de seis anos, em busca de reportagens interessantes sobre o homem do campo.

Lima Rodrigues é natural de Marabá, foi criado até a adolescência em Imperatriz (MA), morou mais de 30 anos em Brasília, onde se formou em 1984 em Comunicação Social (Jornalismo) no CEUB e trabalhou em diversos órgãos de comunicação, com destaque para a Rádio Nacional, da antiga Radiobrás, hoje EBC- Empresa Brasil de Comunicação. O jornalista mora há mais de sete anos na região de Parauapebas. (Em 2011 ele morou em Curionópolis).

O Conexão Rural tem como editor o experiente João Pezão Filho e conta com o apoio de cinegrafistas de ponta da região: Marcos Aurélio e Wiliam Reis, em  Parauapebas, e Heriomar Costa, de Marabá. Ana Cláudia Aragão é assistente de produção.

Deixe uma resposta