Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Polícia

Corpos de dupla derrubada a bala pela PM continuam sem identificação

Segundo os policiais militares, uma equipe da Rocam tentou abordar os dois rapazes, mas eles responderam sacando uma arma de fogo
Continua depois da publicidade

Ainda estão sem identificação no Instituto Médico Legal de Parauapebas os corpos de dois jovens que morreram na manhã desta segunda-feira (2), segundo a Polícia Militar, após terem atirado contra uma guarnição da Rocam (Rondas Ostensivas com o Apoio de Motos). O confronto se deu na Rua Novo Paraíso, Bairro Betânia, por volta das 10h40, conforme informação do cabo Baia, que estava na companhia do cabo Rosário e do soldado Moura.

Baia contou que a guarnição estava saindo da Delegacia de Polícia Civil quando percebeu dois rapazes em uma moto Honda Biz, vermelha, placa OFP-1956, passando “em atitude suspeita”.

Diante disso, a equipe decidiu sair no encalço da dupla e, na Rua Novo Paraíso, emparelhou com a moto dos rapazes, tentando derrubá-los, mas sem êxito, momento em que o da garupa, segundo o cabo Baia, sacou de uma arma. Para que não fossem baleados, os PMs reagiram e derrubaram os ocupantes da Biz a bala.

Veja também:  Mulher executada em possível acerto de contas com o tráfico

Um morreu no local, o outro, no Hospital Municipal para onde chegou a ser removido pelo Samu. Ambos não portavam documento de identidade, mas Baia afirma que, pela semelhança fisionômica, suspeita que sejam irmãos.

Antônio Marco Pereira da Silva, que estava na DP prestando queixa, identificou a moto Biz como o veículo em que estavam os assaltantes que o atacaram minutos antes. Ele conta que encostaram uma arma na barriga dele e roubaram o celular e a carteira porta-cédulas.

Reportagem: Ronaldo Modesto

Deixe uma resposta