Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Jovem morre em acidente de moto nove dias antes de completar 18 anos

Ele tentou ultrapassar pela direita um ônibus de transporte de passageiros, mas, em alta velocidade, bateu no pesado veículo
Continua depois da publicidade

A nove dias de completar 18 anos, o jovem marabaense Rafael dos Santos Costa morreu por volta das 21h de ontem, no Hospital Municipal de Parauapebas, após ter batido em um ônibus de transporte de trabalhadores, na esquina das ruas 11 e J, no Bairro Jardim União. O rapaz ainda chegou a ser socorrido e levado ao hospital, mas, não resistiu vivo.

Conforme BO (Boletim de Ocorrência) registrado na Delegacia de Polícia Civil, pelo condutor do ônibus, Atenildo José Rosa de Lima, era 18h30 quando ele parou na Rua 11 para deixar alguns trabalhadores. Em seguida, arrancou, segui em frente e manobrou para a direita a fim de seguir seu roteiro pela Rua J, quando, em alta velocidade, surgiu uma motocicleta.

A moto era a Honda CG 150, Fan, preta, placa OTI-4209, pilotada por Rafael Costa, que tentou ultrapassar o pesado veículo pela direita a acabou batendo violentamente. Imediatamente, relata o BO, Atenindo Lima socorreu Rafael e o levou ao Hospital Municipal.

Como rapaz estava sem documento de identificação, após tê-lo deixado na casa de saúde, o condutor de dirigiu à Polícia Civil para registrar a ocorrência.

De outra parte, os familiares de Rafael estranharam o fato de ele estar demorando a voltar para casa e passaram a procurá-lo. Na DP, ficaram sabendo do acidente e constataram que a vítima havia sido o rapaz, que não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 21h. Ele completaria 18 anos no próximo dia 3 de agosto.

Acidente

Homem morre em acidente próximo à Vila Siriema, em Santa Maria

Em uma curva fechada, o condutor de uma caminhonete colidiu com um caminhão. O carro ficou totalmente destruído e o motorista morreu preso entre as ferragens
Continua depois da publicidade

Raimundo Nonato Leite de Souza, 38, anos, morreu após sua caminhonete colidir com um caminhão. O acidente aconteceu por volta das 16h do último sábado (21), em uma vicinal que liga Redenção a Santa Maria das Barreiras. A batida aconteceu nas proximidades da Vila Siriema, a 45 km de Redenção em uma curva fechada.

Com o impacto da batida, a frente da caminhonete ficou totalmente destruída e o condutor morreu ainda no local, porém ficou preso nas ferragens. Já o motorista do caminhão sofreu apenas escoriações pelo corpo. O caminhão seguia rumo à cidade de Redenção e a caminhonete em direção a Santa Maria das Barreiras. Ou seja, trafegavam em direções opostas.

Devido à temporada de praia no município de Santa Maria, o trânsito na vicinal que corta os dois municípios está intenso, com o alto número de veículos circulando durante os finais de semana.

Por esse motivo, as polícias Militar e Civil orientam os motoristas a trafegarem pela vicinal com mais cautela, pois a estrada não é asfaltada e é mal sinalizada, além de apresentar uma infinidade de buracos. A poeira também contribui para a ocorrência de  acidentes.

Parauapebas

Vendedor de frutas morre em acidente da Rodovia PA-160

Lindomar era bastante conhecido em Parauapebas, onde vendia laranja e melancia das ruas da cidade
Continua depois da publicidade

O vendedor de frutas Lindomar Rosa, 40 anos, natural de Urutaí (GO), morreu na manhã de ontem, sexta-feira (20), em acidente na Rodovia PA-160, próximo de uma área chamada Chico das Oliveiras, onde acontecem vaquejadas. Segundo familiares, ele morava em Canaã dos Carajás e havia saído a fim de comprar peças para o carro que dirigia, uma caminhonete D-20.

Pelas marcas de frenagem no asfalto, com extensão de cerca de 100 metros, Rosa freou bruscamente, por algum motivo, perdeu o controle do veículo e desceu o barranco.

Lindomar vendia laranja, melancia e outras frutas de época em sua caminhonete, nas ruas de Parauapebas, onde era bastante conhecido. Uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser chamada. Mas, no local, os socorristas constataram que Lindomar Rosa já estava sem vida.

pará

Corpo de médico morto em acidente na TO-336 será trasladado para Cuba

O acidente aconteceu na manhã de ontem, terça-feira (17), e resultou na morte do médico Luís Alberto Martinez Vila, que trabalhava no Distrito Sanitário Especial Caiapó
Continua depois da publicidade

O corpo do jovem médico Luís Alberto Martinez Vila, 39 anos, será trasladado, pela OPAS (Organização  Pan-Americana de Saúde), para  Cuba,  onde será sepultado. Ele morreu em acidente ocorrido por volta das 5h de ontem, terça-feira (17), na Rodovia TO- 336, nas proximidades da cidade de Colmeia do Tocantins.

De acordo com informações da polícia, o veículo que o médico estava bateu de frente com um caminhão. O profissional de saúde morreu na hora, três pessoas ficaram gravemente feridas e foram encaminhadas para a Unidade de Saúde de Colmeia e, de lá, ao Hospital Regional de Araguaína (TO). Já o corpo de Martínez foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) daquela cidade.

Luís Alberto Martinez morava em Redenção e trabalhava havia um ano no Dsei Caiapó (Distrito Sanitário Especial Indígena Caiapó do Pará), pelo programa Mais Médicos, do governo federal.

Segundo o coordenador do Dsei Caiapó, Lázaro Marinho, o médico retornava de viagem e começaria uma nova escala de trabalho nas aldeias indígenas nesta quarta-feira (18). Marinho disse ainda que o médico era “um excelente profissional” e que o Dsei “lamenta profundamente a morte prematura” de Luiz Alberto Vila.

Na tarde de hoje um pano preto foi colocado na porta do Dsei Caiapó, em sinal de luto pela morte do médico. Ainda não há informações sobre a causa do acidente.

Redenção

Caminhão gaiola carregado de gado tomba dentro de córrego na PA-158

Após o acidente o condutor do veiculo foi removido em estado grave para o Hospital Regional de Redenção
Continua depois da publicidade

Um grave acidente envolvendo um caminhão gaiola carregado de gado foi registrado na tarde do último domingo (15), na PA-158 próximo à Agrovila, no município de Santa Maria das Barreiras. O condutor saiu de Redenção e foi buscar gado na Fazenda Terência. Na volta, já carregado de animais que tinham como destino o Frigorífico JBS, tombou.

Segundo informações da polícia, o condutor do veiculo, identificado como Marcos Júlio, 66 anos, teria perdido o controle do caminhão e caiu no córrego. Com impacto da queda a cabine do veículo ficou completamente destruída e vários animais ficaram muito machucados. Ate o fechamento desta Reportagem não havia sido informada a quantidade de animais mortos.

Após o acidente, no local se formou um aglomerado de curiosos, o motorista foi socorrido por uma equipe do Samu e removido em estado grave ao Hospital Regional de Redenção, que não divulgou o estado clínico dele.

A PA-158 é considerada uma das estradas mais perigosas do sul do Estado. Por esse motivo a Polícia Rodoviária Estadual pede para que os motoristas tomem muito cuidados em vários trechos, pois, diariamente se registram acidentes, envolvendo caminhões carregados de soja. Segundo a PRE, o número de buracos e pontes sucateadas contribuem para os acidentes.

Jacundá

Rapaz é vítima de acidente de trabalho no frigorífico em Jacundá

Ele trabalhava havia cerca de um ano na unidade de abate instalada no município de Jacundá. Não se sabe como, uma faca super afiada entrou no peito do rapaz, à altura do coração
Continua depois da publicidade

Hesley Matos trabalhava no setor ligado ao Serviço de Inspeção Federal (SIF) do antigo Frigorífico Boi Verde, na cidade de Jacundá, quando sofreu acidente de trabalho por volta de 16h desta quinta-feira. Foi o primeiro acidente considerado grave na indústria frigorífica que abate aproximadamente 200 bovinos por dia.

Uma funcionária do setor administrativo falou brevemente com a Reportagem. Sem ser identificada, a mulher informou que a empresa emitirá um comunicado sobre o fato ocorrido, e incialmente a ordem é prestar todo o apoio à família da vítima.

O rapaz trabalhava havia cerca de um ano na unidade de abate instalada no município de Jacundá. A função desempenhada por ele está ligada ao processo final das carcaças. “Avaliação geral da carcaça e limpeza eram as principais tarefas dele”, explicou a funcionária.

Segundo ela, Hesley não trabalha sozinho no setor. Outros funcionários estavam no momento do acidente. “Tudo foi muito rápido. Colegas dele disseram que só perceberam quando ele disse que estava ferido. Em seguida ele mesmo retirou o instrumento de trabalho inserido na altura do coração e desmaiou”.

Deduz-se que o funcionário sofreu o acidente quando limpava uma das carcaças bovinas. O utensílio utilizado por ele era uma faca pontiaguda e afiada. “É um instrumento altamente cortante, capaz de perfurar e cortar qualquer peça de carne com a maior facilidade”, explicou o açougueiro Raimundo de Souza, que era conhecido da vítima.

Além de trabalhar no frigorífico, Hesley também atuava como vigilante da Prefeitura de Jacundá. Era casado com a servidora pública municipal Rayanne Rafaela. E também jogava futebol num time da cidade.

Jacundá

Quase 100% dos acidentes de trânsito são causados por motos em Jacundá

O município, segundo registros do Denatran, conta com 16.132 veículos. Destes, 11.172 (70%) são motocicletas. Na cidade também trafegam motos roubadas na região e no Estado do Maranhão
Continua depois da publicidade

Em 2018 já foram seis as motos roubadas em Buriticupu (MA) e nos municípios paraenses de Conceição do Araguaia, Goianésia do Pará e Jacundá, que transitavam pelas ruas da cidade até seus condutores serem flagrados pelas blitz. Praticamente 70% dos veículos registrados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), no município, de Jacundá são motocicletas. Elas são o meio de transporte mais econômico e mais rápido para ir e vir. Usadas para o lazer e trabalho, pelo homem do campo e da cidade, mas são campeãs em acidentes de trânsito e principal alvo das ações de fiscalização de trânsito.

Dois 16.132 veículos catalogados no Denatran, 11.172 são motos. “São os veículos mais fiscalizados na cidade”, reconhece o diretor do Departamento Municipal de Trânsito Urbano (DMTU), Eduardo Valmini. E a fiscalização intensa tem surtido efeitos positivos. O número de veículos apreendidos e os acidentes têm caído.

Nos últimos 12 meses foram recuperadas mais de 20 motos com registros de roubo ou furto. “Quando encontramos um veículo suspeito, geralmente está sem placa e seu condutor sem os documentos. Ele diz que vai busca e nunca mais volta”, explica Valmini.

No pátio do departamento estão recolhidos mais de 150 veículos. “Já informamos ao nosso superior sobre a situação de cada uma. Agora estamos aguardando uma orientação sobre o que devemos fazer”.

Em relação aos acidentes de trânsito, Eduardo explica que têm diminuído. “Em junho deste ano registramos apenas 57 acidentes. Comparado ao mesmo período do ano passado significa 25% a menos”. Mais de 90% dos acidentes tem o envolvimento direto de condutores de motos e a maioria dos acidentes acontece aos finais de semana.

Por Antonio Barroso – De Jacundá
jacundá

Ônibus colide de frente em caminhão madeireiro na PA-150

Mesmo após a batida, o caminhão não parou para prestar socorro, desaparecendo na escuridão
Continua depois da publicidade

O motorista Laurival Oliveira Costa dirigia um ônibus de aluguel placa OCT 5008, de Belém, pela rodovia PA-150 com destino a Jacundá quando se deparou com um caminhão madeireiro. A colisão foi inevitável. A parte frontal do veículo ficou totalmente destruída. Felizmente, não houve vítimas fatais, motorista e passageiros saíram ilesos.

Segundo o cabo PM Luís, a guarnição da Polícia Militar Rodoviária foi acionada por volta de 5h desta segunda-feira, 9, pelo motorista do veículo. “Quando chegamos ao local constamos a gravidade do acidente, mas ficamos felizes porque a única vítima era o ônibus que ficou com a frente totalmente danificada”.

Em Boletim de Ocorrência, o motorista Laurival detalhou que dirigia pela rodovia estadual e próximo da cidade de Jacundá, cerca de 15 quilômetros, logo após o Rio Mojuzinho, não percebera que um caminhão madeireiro carregado com toras trafegava em baixa velocidade e sem qualquer sinalização. “Impossível perceber a presença daquele caminhão, pois todas as lanternas estavam apagadas”.

O motorista ressalta que o ônibus ficou preso em uma tora de madeira que ultrapassava a carroceria e que mesmo assim o condutor do caminhão não parou. “Quando o ônibus se desprendeu da tora, o motorista continuou dirigindo até desaparecer na escuridão”.

O policial militar disse à reportagem que veículos madeireiros nessas situações são comuns pela rodovia. “Constantemente flagramos caminhões em situação irregular, o que pode causar acidentes. Eles são multados, mas continuam rodando de forma irregular”.