Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Comerciantes do Cidade Nova, em Marabá, continuam sendo alvos de assaltos

Nova reunião expôs a situação às autoridades da Segurança Pública em busca de solução para o grave problema
Continua depois da publicidade

Por Eleutério Gomes – Correspondente em Marabá

Comerciantes do Núcleo Cidade Nova, mais exatamente da Avenida Nagib Mutran e transversais e entorno da Praça São Francisco, continuam trabalhando “com o coração na mão”. Após um mês da primeira reunião com representantes da Policia Militar, na manhã desta quinta-feira (13) eles tornaram a se reunir a fim de tentarem achar uma solução para os graves problemas de assaltos e arrombamentos dos quais são vítimas frequentemente, contabilizando prejuízos financeiros e traumas psicológicos.

Desta vez a reunião ocorreu no Ministério Público do Estado, com a presença da promotora de Justiça Josélia Leontina de Barros Lopes e representantes da prefeitura, Guarda Municipal, Departamento Municipal de Trânsito e Polícia Militar. A Polícia Civil não enviou representante, uma vez que a superintendente estava em Belém em reunião de trabalho.

Como da primeira vez, a reunião foi coordenada pelo Sindicato Patronal do Comércio Varejista de Marabá (Sindicom), representado pelo vice-presidente Raimundo Alves da Costa Neto, e pelos diretores Francisco Arnilson de Assis e Maria do Livramento Sá de Almeida, a Lia da Liberdade.

No dia 14 de agosto passado, uma primeira reunião aconteceu em uma das salas do Senac, ocasião em que o subcomandante do 4º Batalhão de Polícia Militar, major Hélio Ernani Oeiras Formigosa, e o comandante de área do Núcleo Cidade Nova, capitão Harley Alves da Costa, ouviram as queixas dos comerciantes.

Na oportunidade, eles prometeram que haveria rondas a fim de inibir a ação dos bandidos. Realmente elas aconteceram por algum tempo, proporcionando tranquilidade aos empresários. Porém, depois de algumas semanas os policiais sumiram das ruas e a situação voltou a ficar crítica.

O representante do prefeito Sebastião Miranda Filho, Walmor Costa, chefe de gabinete da prefeitura, anunciou que em breve a Praça São Francisco será totalmente reformada e mais iluminada, dando novo aspecto ao local e afastando os desocupados que hoje ameaçam não só os comerciantes, quanto as demais pessoas que frequentam ou passam por ali.

O tenente-coronel Sidney Profeta da Silva, comandante do 4º BPM, afirmou que está há apenas 20 dias em Marabá e que, a partir do que foi relatado na reunião, de imediato irá traçar ações de combate aos marginais a fim de devolver a tranquilidade ao comércio do Cidade Nova. Ele ainda ouviu as reclamações dos comerciantes e anotou sugestões e informações importantes, como horários mais favoráveis à ação dos bandidos.

Pelo DMTU, o diretor do departamento, Jocenilson Silva Souza, que ouviu queixas a respeito de abusos cometidos por motoristas de táxi-lotação, de excesso de espaço dado a esse tipo de transporte alternativo e também aos moto-táxis, afirmou que um estudo já está sendo feito pelo órgão dirigido por ele, que vai tentar solucionar esses e outros problemas.

Túlio Rosemiro Pereira, coordenador de Posturas da Prefeitura Municipal, questionado sobre os horários irregulares de carga e descarga de mercadorias naquele perímetro, disse que tudo isso está regulamentado em lei municipal e afirmou que as transportadoras têm conhecimento desses horários.

Ao final da reunião, a promotora Josélia disse que esse tipo de encontro entre os representantes de todos os órgãos e a população é muito importante e marcou a próxima para 25 de outubro. Ela espera que, a partir da reunião desta quinta-feira já seja possível perceber mudanças na situação.

Canaã dos Carajás

Assaltantes invadem Lojas Americanas em Canaã dos Carajás

Criminosos agiram com agressividade e pareciam ter informações privilegiadas do local, como rotina dos funcionários e reposição de mercadoria
Continua depois da publicidade

Quando o comércio se preparava para abrir as portas às 8 horas desta quinta-feira, 6, funcionários de uma Lojas Americanas se preparavam para abrir o estabelecimento, localizado na Avenida Weyne Cavalcante, centro de Canaã dos Carajás, quando foram surpreendidos por três homens.

Os bandidos pareciam possuir informações privilegiadas, como horários, reposição de mercadoria e o funcionamento da loja, uma vez que impediram o acionamento dos botões de alarme que possibilitariam a comunicação do crime. Não bastasse, eles ainda utilizavam termos técnicos para os equipamentos de segurança conhecido como “botão do pânico”.

Armado e bastante agressivo, o trio já sabia o que queria e precisamente onde encontrar. Sem hesitar, foram até o balcão de aparelhos eletrônicos e “depenaram” o local. Levaram todos os aparelhos celulares, não apenas dos expositores, mas também do estoque de reposição.

Segundo um funcionário, que não quis se identificar, um dia antes do crime, a loja havia sido abastecida com mercadoria nova para repor o estoque. “Aterrorizante” foi a palavra usada pelo colaborador para definir o momento em que todos ficaram sob a mira dos bandidos.  “Eles sabiam que tinha chegado um estoque novo de celulares ontem; sabiam nossos horários e até detalhes da segurança, como o ‘botão do pânico’. Eles estavam furiosos e várias vezes ameaçaram atirar, caso não tivessem sucesso. Foi apavorante”, contou.

Na fuga, além dos aparelhos celulares, os assaltantes levaram duas motocicletas de funcionários. Os veículos foram abandonados na saída da cidade, às proximidades do Parque de Exposições, sentido município de Parauapebas.

A Polícia Militar foi acionada, mas até o momento não se tem pistas dos criminosos e nem da identidade deles.

Ironicamente, o crime aconteceu dois após órgãos de segurança da cidade realizarem uma operação preventiva, onde o principal objetivo era prevenir assaltos e evitar o tráfico de drogas na região. O que mais chama atenção, é que o assalto ocorreu no mesmo perímetro onde a operação policial foi realizada.

Nem a loja e nem a polícia divulgou valor total das mercadorias levadas pelos bandidos.

Redenção

Assalto frustrado com reféns termina com dupla presa em Redenção

Durante a negociação, assaltantes exigiram, por telefone, a presença da imprensa e colete balístico
Continua depois da publicidade

Por volta das 9h15 d desta sexta-feira (24), a Polícia Militar foi informada que dois indivíduos teriam entrado em uma residência no setor Parque dos Buritis I.

Segundo o comandante do 7ª Batalhão da Policia Militar, major Chaves, Pablo Alexandre da Silva, de 19 anos, na companhia de seu comparsa, que é “menor de idade”, teria adentrado na residência ao ver o portão aberto. Como não encontrou dinheiro fez as vitimas de reféns. “Eles aproveitaram o momento que a empregada do lá entrou na casa, como o portão estava aberto, a dupla de assaltantes adentrou a residência na esperança de encontrar objetos de valor” revelou o comandante.

Ainda segundo major Chaves, em depoimento Pablo Alexandre da Silva disse que entrou na casa pensando que havia dinheiro, mas como não encontraram, resolveram fazer os moradores de reféns.

Cerca de 10 homens da Polícia Militar estiveram à frente da ação em frente à residência, a qual demorou cerca de 45 minutos entre negociação e a liberação das crianças, da empregada e a rendição dos dois homens.

Durante a negociação, assaltantes exigiram, por telefone, a presença da imprensa e colete balístico.

No ato da prisão, foram apreendidos um revólver calibre 38, uma motocicleta Honda C100 Biz, cor prata, sem placa e algumas cédulas em dinheiro. Pablo Alexandre da Silva e seu comparsa foram conduzidos à Delegacia de Policia Civil para os procedimentos cabíveis.

Segundo a polícia, a dupla já tinha diversas passagens pela delegacia.

Canaã dos Carajás

Colisão entre caminhonete e ônibus e prisão de assaltante em Canaã dos Carajás

Fim de semana começou com bastante tumulto na “Terra Prometida”
Continua depois da publicidade

Uma caminhonete Hilux conduzida por Domingos Cardoso da Silva colidiu, na manhã deste sábado (11), com um ônibus de transporte de funcionários de uma empresa de Canaã dos Carajás. Embora ninguém tenha ficado ferido, a colisão deixou os dois veículos parcialmente destruídos. Testemunhas contaram que motorista da caminhonete foi visto, minutos antes do acidente, em uma distribuidora de bebidas.

A colisão aconteceu no cruzamento da Avenida “A” com a Rua do Campo, no Bairro Ouro Preto. Agentes do Departamento de Trânsito estiveram no local para realizar os primeiros levantamentos. Como de praxe, informaram a Domingos que seria necessário o teste do etilômetro (bafômetro) para verificar se ele havia ingerido bebida alcoólica. O homem, então, se recusou e deixou o local. Pouco tempo depois, compareceu à Delegacia de Polícia Civil e o resultado do teste não foi outro: 0,25 miligramas de álcool por litro de sangue.

Conforme o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro, dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência é infração gravíssima, representa a perda de 7 pontos na CNH e pode ocasionar a suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Assaltante capturado por populares

Já na noite de sexta-feira (10), um homem ainda não identificado foi capturado por populares. Segundo informações de testemunhas, aproveitando a grande movimentação no Bairro Novo Brasil, em razão de um grande jantar onde estavam reunidos centenas de empresários da cidade, ele iniciou uma onda assaltos a vários motoristas.

Ao tentar tomar uma caminhonete, o bandido foi perseguido por um grupo de homens que deu início ao famoso “pega ladrão”. E foi já nas proximidades da Avenida Weyne Cavalcante que o assaltante não pôde mais ser ver livre da fúria dos populares, sendo capturado até a chegada de duas viaturas da Polícia Militar, chamada pelas vítimas. A situação causou momentos de tensão aos moradores das proximidades, que foram alertados sobre a ocorrência e orientados a não saírem de casa nem deixar portões abertos.

Parauapebas

Assaltante em fuga atira contra PMs e morre baleado em Parauapebas

Rodrigo Alencar, na companhia do comparsa, um adolescente, cometeu seu último assalto e assinou sua sentença de morte
Continua depois da publicidade

O assaltante identificado como Rodrigo Alencar de 19 anos, tombou na noite desta quinta-feira (9), em confronto com uma guarnição da Polícia Militar, da Rocam (Rondas com o Auxílio de Motos). O caso aconteceu por volta das 20 horas, na esquina das Ruas São Francisco e Sol Poente.

Segundo o cabo Freitas, a guarnição fazia ronda de rotina quando foi procurada por uma vítima de assalto. Ela ressaltou que havia acabado de ser atacada por dois indivíduos armados de revólver, na Praça do Cidadão.

A mulher, cujo nome não foi revelado, perdeu para a dupla dois celulares e a moto Honda Bros 160, em que estava com a mãe, no momento da abordagem. Os assaltantes estavam escondidos atrás de um carro e, quando elas passavam, os dois saíram já apontando uma arma de fogo e as atacaram.

Socorrida pelos policiais militares, a mulher descreveu o tipo físico e a fisionomia dos bandidos e a motocicleta roubada. Com essas informações, a guarnição não tardou a encontrar os marginais, que, ao receberem a ordem para parar, aceleraram o veículo e fugiram.

 Os PMs, entretanto, seguiram a dupla e, ao emparelharem com eles, novamente mandaram que parassem. Porém, Xaolin, que estava na garupa, atirou nos policiais, que revidaram a atiraram nele também. O marginal já caiu morto no asfalto, enquanto o piloto da moto, um adolescente, foi apreendido e apresentado na 20ª Seccional de Polícia Civil.

Jacundá

Trio é preso após arrombamento fazer limpa em residência de Jacundá

Os três foram localizados pela Polícia Civil e já estão devidamente guardados numa das celas da DP
Continua depois da publicidade

Marcelo Rodrigues Leite, 27 anos, Douglas Oliveira Neres, 19, e Lucas Lima Souza, 19, foram presos após arrombar uma residência no Bairro Eletronorte, na semana passada. Aparelho de TV, barracas de acampamento, pistola de aplicar vacinas em animais, dinheiro e joias foram roubados do imóvel. Uma investigação da Polícia Civil de Jacundá levou ao paradeiro do trio.

O dono da residência, que pediu para não ser identificado, contou à Reportagem que estava com a família numa propriedade rural e, quando retornou à cidade, encontrou o imóvel com uma das janelas arrombadas. No interior da casa percebeu o sumiço de diversos objetos, aparelhos eletrônicos e dinheiro. Um televisor de 42 polegadas também foi roubado. O caso aconteceu no dia 3 deste mês.

Após registrar Boletim de Ocorrência na Depol de Jacundá, policiais civis iniciaram uma investigação com o objetivo de localizar o trio de assaltantes. Dois dias depois, o grupo estava preso e já está à disposição da Justiça. Um aparelho de aplicar injeção em animais e barracas de acampar foram recuperados e entregues ao proprietário, que lamenta o prejuízo.

Polícia

Homem preso em flagrante acusado de roubo a uma residência em Canaã dos Carajás

André Rodrigues foi encontrado no Bairro Casas Populares, em local já conhecido pela polícia como ponto de distribuição de drogas
Continua depois da publicidade

Na manhã desta terça-feira (24), a Polícia Civil, sob o comando do delegado Jorge Carneiro, encerrou as investigações sobre um furto ocorrido na noite anterior em Canaã dos Carajás, que resultaram na prisão de um suspeito.

A vítima, cuja identidade não foi divulgada, relatou que sua residência foi invadida e vários objetos foram levados e, a partir de tais informações, as autoridades realizaram buscas pelo município, chegando a uma casa localizada no Bairro Residencial Canaã (Casas Populares), local conhecido por se tratar de um possível ponto de distribuição de drogas.

No endereço, a polícia apreendeu André Ramos Rodrigues, de 35 anos, juntamento com aproximadamente 200g de maconha, além de móveis e eletrodomésticos, frutos do furto. O crime teria sido cometido para sustentar o vício do suspeito, que é usuário de drogas.

André Rodrigues, que é natural do estado do Paraná, vai responder por roubo qualificado e permanece atrás das grades na cela de transição da Polícia Civil.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Canaã dos Carajás

Populares imobilizam adolescente que estava assaltando em praça

Indignados com os assaltos praticados pelo acusado contra as pessoas que estavam no logradouro, um grupo de pessoas correu atrás dele e o segurou até a chegada da PM
Continua depois da publicidade

Um adolescente que estava assaltando, na noite de ontem (16), por volta das 20h, na Praça da Juventude Papai Noel, no Bairro dos Maranhenses, foi capturado por populares e entregue à Polícia Militar. Ele estava atacando as pessoas que circulavam no logradouro, as quais buscavam lazer ou até mesmo estavam de passagem pelo local, atualmente um dos pontos mais frequentados da cidade, por ter sido dotado de pistas de skate e patins, quadras de esportes, pistas para cooper e caminhada, academia ao ar livre e playground.

Um grupo de pessoas, revoltadas com o desespero das vítimas, correram atrás do adolescente e conseguiram detê-lo. A polícia foi chamada e, enquanto não chegava, um homem se agarrou o menor e o imobilizou no chão, aplicando uma “gravata”. Vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que o menor é detido.

Após a chegada da PM, o adolescente foi apreendido e levado para a Delegacia de Polícia Civil, de onde seria encaminhado para a Promotoria da Criança e do Adolescente em Parauapebas.