Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Entidades preparam vasta programação para Semana do Meio Ambiente

ICMBIO, Uepa, Unifesspa Prefeitura de Marabá, entre outras entidades, têm agenda definida para atividades na próxima semana
Continua depois da publicidade

A data de 5 de junho é conhecida como Dia Mundial do Meio Ambiente. E em Marabá uma vasta programação está agendada pelas entidades que atuam neste segmento. O ICMBio, por exemplo, organiza a II Gincana Ambiental Interescolar da Floresta Nacional do Tapirapé-Aquiri, junto às escolas beneficiadas com o projeto em Marabá.

O evento contará com a participação das escolas envolvidas no programa de educação ambiental crítica da Floresta Nacional do Tapirapé-Aquiri, denominado “A Comunidade Vai à Floresta”, tendo como objetivos principais o fortalecimento das ações praticadas até então na criação de valores sustentáveis junto aos envolvidos, além de promover maior integração entre instituições de ensino locais e a consequente aproximação destas ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, órgão gestor da unidade, no fortalecimento da gestão participativa.

As escolas participantes são Anísio Teixeira, Pedro Peres Fontenelle, Gabriel Sales Pimenta;

Escola São Francisco, Escola Martinho Motta; Deuzuita Melo de Albuquerque, João Anastácio de Queiroz, IFPA – Campus Industrial de Marabá e Escola Família Agrícola.

PROGRAMAÇÃO DA UEPA
A poluição atmosférica causa 12,6 milhões de mortes por ano. Aproximadamente 23% de todas as mortes prematuras são causadas por problemas de degradação ambiental. Os dados são da Organização das Nações Unidas e alertam a população mundial sobre os graves riscos da degradação e não preservação do meio ambiente.

Como podemos manter o futuro incerto diante dessas questões socioambientais? É por meio da politica ambiental efetiva, maior fiscalização ou das mudanças no padrão de consumo da sociedade? Para analisar esse cenário, com o tema “Pensar no agora para manter o futuro”, o Campus da Universidade do Estado do Pará (Uepa) em Marabá realizará entre os dias 4 e 8 de junho de 2018, a sua Semana do Meio Ambiente.

Organizado pelos professores de engenharia ambiental e florestal do campus de Marabá, com apoio do centro acadêmico, o evento pretende debater as questões socioambientais junto a estudantes, pesquisadores e profissionais da área.

Veja também:  Canaã inicia entendimentos para sediar polo da Unifesspa

A programação da Semana do Meio Ambiente da Uepa em Marabá é composta por três categorias: mesas redondas e atividades de extensão; oficinas; e minicursos. Entre as temáticas abordadas estão o empreendedorismo, a restauração ambiental, a fitopatologia (estudo das doenças das plantas) e o monitoramento ambiental.

NA UNIFESSPA
Na quarta-feira, dia 6 de junho de 2018, acontece na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) mais uma edição da Feira dos Povos do Campo. O objetivo da feira é criar um espaço de sociabilidade e comercialização direta entre os sujeitos do campo que produzem e reproduzem seus modos de vida nos territórios que ocupam, enquanto resistem aos processos de expropriação capitalista, e a comunidade acadêmica que recorrentemente estabelece interlocução com os mesmos, por meio de ações de pesquisas e/ou extensão.

Para está 7ª edição da feira virão agricultores de assentamentos da região de PA Alegria, PA Três Ilhas, PA 26 de Março, PDS Porto Seguro e PAE Praia Alta Piranheira, entre outros, estarão na Tenda do NEAm, comercializando seus produtos como: maracujá, mamão, limão, laranja, biribá, murici, abacaxi, carambola, diversas variedades de banana, polpa de frutas (cupuaçu, acerola, cajá/taperebá, goiaba, manga), coco verde, farinha branca e de puba, goma, massa puba, macaxeira na casca e descascada, abóbora na casca e descascada, inhame, jiló, quiabo corante, molho de pimenta, pimenta-do-reino, pimenta-de-cheiro, cheiro-verde, temperos caseiros, tucupi, azeite de coco, castanha-do-pará, feijão verde e seco debulhado, leite, massa de milho verde, pamonha, pato e frango caipira abatidos, bolos e doces, vinagreira/cuxá, couve e produtos de andiroba.

Na Prefeitura de Marabá, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente prepara uma programação educativa para escolas e comunidade em geral. A cidade, que tem pouca arborização, precisa rediscutir o plantio de mudas de árvores em diversas vias.

Ulisses Pompeu – de Marabá

Deixe uma resposta