Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Redenção

Equipes do IPPUR captura animais que estavam vagando pelas ruas de Redenção

Em apenas um dia foram pegos mais de 18 animais em vários pontos da cidade
Continua depois da publicidade

Após o transtorno causado por cavalos soltos nas principais avenidas da cidade, os quais se agravaram na última terça-feira (11), e o alerta feito em matéria publicada por este Blog, equipes do IPPUR (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Redenção) voltaram a capturar os animais de grande porte que perambulam pelas vias da cidade. As equipes foram comandadas pelo diretor do IPPUR, Wilker Muniz, durante operação que aconteceu pela segunda vez denominada “Cavalo de aço”.

“Esses animais que estão soltos podem causar acidentes e por esse motivo nossa equipe está motivada para resgatá-los um por um e garantir a segurança para todos”, disse Wilker Muniz. A operação ocorreu durante o período do dia e à noite, quando foram recolhidos quase 20 animais que estavam espalhados por vários pontos da cidade.

Segundo o diretor do IPPUR,  os animais foram levados para um lugar onde receberão água e alimentação. Caso os proprietários desses animais não compareçam ao instituto no prazo máximo de 25 dias, perderão a propriedade de seus bichinhos que serão encaminhados para adoção.

Quem gostou do trabalho realizado foi o empresário Alexandro do Rosário. “Tinha seis animais aqui na Avenida Brasil no primeiro dia e, no segundo, havia dois. E, graças a Deus, alguém tomou uma providência. É um perigo um animal desse perambulando nas ruas!”, exclamou.

Guaraci Borges disse que viu animais soltos no Parque dos Buritis na segunda-feira (9), mas, na quarta-feira (12) não viu mais nenhum. “Tenho andado pela ruas da cidade e não tenho visto nenhum animal nas vias. Parabéns  ao órgão competente que tomou uma providência necessária”, elogiou ele. A primeira fase da Operação Cavalo de Aço aconteceu no último dia 6, mas não foi suficiente para recolher todos animais de grande porte.

Deixe uma resposta